Ranbu No Melody

Sid

Original Tradução Original e tradução
Ranbu No Melody

Shizuka ni shizuka ni maku wa kiri otoshi
Kakusei no yoake ni aoi honou

Miwatasu kagiri no yami to katto wo te saguri no hibi
Bokura wa make wo shiranai yowasa wo
Dakishime aruita

Atarashii kiba de jidai wo kizame

Shizuka ni shizuka ni baku wa kiri otoshi
Kakusei no yoake ni aoi honou
Mamoritai anata ni deaeru sono hi made wa
Yuushu no biyori me no mae no teki wo

Kokoro ni kotoba hoko saki subete wo nomi komi aruita

Tsukareta hushin wa jishin ni neji make

Kurushikute nige takute maga sashita mirai wa
Yume egaita bokura to tooi tokoro de
Jikan nante hosou nante kechi rashite hohoenda
Ano koro nani mo kowaku nakatta ro?

Shizuka ni shizuka ni maku wa kiri otoshi
Kakusei no yoake ni aoi honou
Mamoritai anata ni deaeru sono hi made wa
Yuushu no biyori me no mae no teki wo

Itoshikute itoshikute hoka ni wa nani mo nakute
Koko kara miwatashita keshiki zenbu
Matomete tsurete itte ageru sa hanasanai de
Zutto nari yamanu ranbu no melody

Melodia da Dança Frenética

Silenciosamente, silenciosamente as cortinas vão sendo abaixadas
No despertar da manhã há uma chama azul

A escuridão se estende até onde os olhos podem ver
Nós não sabemos o que é a derrota
Seguimos em frente, abraçando às nossas fraquezas

Vamos criar uma era com nossas novas presas

Silenciosamente, silenciosamente as cortinas vão sendo abaixadas
No despertar da manhã há uma chama azul
Até que eu encontre você, a quem quero proteger
Mais do que a beleza de um fim, prefiro a força que está à minha frente

Continuarei andando enquanto mantenho suas palavras em meu coração

Esgotado, mas ainda confiante

A angustiante é cheia de tentações que me faz querer fugir
O futuro parece mais distante quando sonhamos
Sorriamos sem pensar no tempo
Nós não tínhamos medo de nada naquela época, tínhamos?

Silenciosamente, silenciosamente as cortinas vão sendo abaixadas
No despertar da manhã há uma chama azul
Até que eu encontre você, a quem quero proteger
Mais do que a beleza de um fim, prefiro a força que está à minha frente

Minha amada, ó minha amada, já não quero mais nada
A partir de agora, estarei assistindo tudo daqui
Enquanto olhamos a paisagem que nos completa, não solte a minha mão
A melodia de uma dança frenética toca sem parar

Enviada por Stephanie e traduzida por Hust. Legendado por Cassia e mais 5 pessoas. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Sid

Ver todas as músicas de Sid