LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Vuelve (part. Beret)

Sebastián Yatra

Vuelve (part. Beret)

Vuelve a decirme lo de siempre
Que me quieres, pero no puedes tenerme
He hecho lo imposible por hacerme fuerte
Y, aunque sea el mismo camino, solo

Vuelve, solo quiero que lo intentes
No me digas que ahora necesitas suerte
¿De verdad que necesitas te recuerde
Que las cosas que se cuidan no se tiran de repente?

Si nunca te duele, no te hará feliz
Duele más tenerte que dejarte ir
Prefiero un lo siento antes que no sentir
No compensa siempre quedarse que huir

De nada me espero y menos de mí
Me dijeron ve a por todo y fui a por ti
¿Hasta que momento si se aprende?
¿Y hasta que momento se perderá el tiempo solo por seguir?

Dicen que lo bueno tarda
Yo llevo esperando tanto tiempo que lo bueno no quiere venir
Dicen que hay palabras apropiadas
Igual que existen personas que no lo saben y son así

Llamamos consejo a cualquier cosa hasta que
Me di cuenta que hasta quien te quiere te puede mentir
Ya que todo el mundo te aconseja suficiente
Para que seas lo que quieren, pero no feliz

Vuelve a decirme lo de siempre
Que me quieres, pero no puedes tenerme
He hecho lo imposible por hacerme fuerte
Y, aunque sea el mismo camino, solo

Vuelve, solo quiero que lo intentes
No me digas que ahora necesitas suerte
¿De verdad que necesitas te recuerde
Que las cosas que se cuidan no se tiran de repente?

Tiraste mi recuerdo hacia el pasado
Te extraño porque nadie se compara a ti
Cuando debí alejarme más me enamoré
Porque eso de olvidarte nunca lo aprendí

Si fuiste mía, si yo fui tuyo, ¿por qué?
Por qué te alejas, por qué el orgullo, no sé
Dudo que el tiempo pueda borrar esta vez
El sentimiento que lo pudo y no fue

Ahora soy consciente que hay caminos que acaban en otros
Y hay personas que acaban en otras porque sí
Ahora me di cuenta que hay problemas que resuelvo en tanta gente
Pero nunca los resuelvo en mí

Qué bonito es ver que to’ va bien
Pero es que ni viéndolo bien es la manera para verte a ti
Al mundo le sobra gente rota
Y necesita de verdad personas fuertes que sepan unir

Vuelve a decirme lo de siempre
Que me quieres, pero no puedes tenerme
He hecho lo imposible para hacerme fuerte
Y, aunque sea el mismo camino, solo

Vuelve, solo quiero que lo intentes
No me digas que ahora necesitas suerte
¿De verdad que necesitas te recuerde
Que las cosas que se cuidan no se tiran de repente?

Uoh, no se tiran de repente
Uoh (no se tiran de repente)

Vuelve a decirme lo de siempre
Que me quieres, pero no puedes tenerme
He hecho lo imposible para hacerme fuerte
Y, aunque sea el mismo camino, solo

Vuelve, solo quiero que lo intentes
No me digas que ahora necesitas suerte
¿De verdad que necesitas te recuerde
Que las cosas que se cuidan no se tiran de repente?

Volta (part. Beret)

Volta, para me dizer o de sempre
Que você me ama, mas não pode ficar comigo
Eu fiz o impossível para me tornar forte
E, embora o caminho seja o mesmo, apenas

Volta, eu só quero que você tente
Não me diga que agora você precisa de sorte
Você realmente precisa que eu te lembre
Que aquilo que se cuida não se joga fora de repente?

Se não te machuca, não te fará feliz
Ficar com você é mais doloroso que te deixar partir
Prefiro um pedido de desculpas do que não sentir nada
Nem sempre é melhor ficar do que fugir

Eu não estou esperando por nada, muito menos de mim
Me disseram pra correr atrás do que quero e eu fui atrás de você
Até quando aprendemos?
E até quando perdemos tempo só seguindo os outros?

Dizem que coisas boas levam tempo
Eu tô esperando há tanto tempo que as coisas boas não querem vir
Dizem que existem palavras apropriadas
Assim como existem pessoas que não sabem disso e são assim

Dizemos que qualquer coisa é um conselho, até que
Eu percebi que até quem te ama pode mentir pra você
Já que todo mundo te aconselha apenas
Para que você seja o que eles querem, menos feliz

Volta, para me dizer o de sempre
Que você me ama, mas não pode ficar comigo
Eu fiz o impossível para me tornar forte
E, embora o caminho seja o mesmo, apenas

Volta, eu só quero que você tente
Não me diga que agora você precisa de sorte
Você realmente precisa que eu te lembre
Que aquilo que se cuida não se joga fora de repente?

Você deixou minhas lembranças no passado
Eu sinto sua falta porque ninguém se compara a você
Quando eu tive que me afastar, me apaixonei ainda mais
Porque eu nunca aprendi a te esquecer

Se você foi minha, se eu fui seu, então por quê?
Por que você se afasta? Por que tanto orgulho? Não entendo
Duvido que o tempo possa apagar agora
A sensação do que podia ser e não foi

Agora estou ciente que existem caminhos que terminam em outros
E há pessoas que acabam em outras porque sim
Agora percebi que há problemas que resolvo em tantas pessoas,
Mas eu nunca os resolvo em mim

Como é bom ver que tudo está indo bem
Mas é que nem olhando o lado bom é a solução para te ver
O mundo tem muitas pessoas feridas
E ele realmente precisa de pessoas fortes que saibam unir

Volta, para me dizer o de sempre
Que você me ama, mas não pode ficar comigo
Eu fiz o impossível para me tornar forte
E, embora o caminho seja o mesmo, apenas

Volta, eu só quero que você tente
Não me diga que agora você precisa de sorte
Você realmente precisa que eu te lembre
Que aquilo que se cuida não se joga fora de repente?

Uoô (não se joga fora de repente)
Uoô (não se joga fora de repente)

Volta, para me dizer o de sempre
Que você me ama, mas não pode ficar comigo
Eu fiz o impossível para me tornar forte
E, embora o caminho seja o mesmo, apenas

Volta, eu só quero que você tente
Não me diga que agora você precisa de sorte
Você realmente precisa que eu te lembre
Que aquilo que se cuida não se joga fora de repente?

Composição: Andres Torres / Andy Clay / Beret / Mauricio Rengifo / Sebastian Yatra / Andrés Saavedra
Enviada por Madelene, Traduzida por Thamara, Legendado por Caio e Nathalia