Tarde

Sebastián Yatra

Original Tradução Original e tradução
Tarde

Hoy pasé por tu casa y estabas ahí
Sí, me abriste, pero no te reconocí
De tu vida, ya me sacaste
Esa sonrisa, la ensayaste

Tu tatuaje, lo borraste, ¿dónde está?
Nuestras cosas, ¿dónde están?
Las metiste en esa caja
Que no quieres mencionar

Te mandé unas flores
Y no las veo
Yo entendí el mensaje
Y no me lo creo

Tengo que pasar por lo mismo que ella pasó
Ahora estoy llorando todo el río que lloró
No sé si es hora o ya es muy tarde
Ese es el precio de ser cobarde

Que tengo que mirarla con alguien y no soy yo
No puedo perdonar que fue por mí que ella cambió
No sé si es hora, se me hizo tarde
Ese es el precio de ser cobarde

Te escribo y no contestas
De la misma medicina que te di, me das, yeah
Te la pasas de fiesta
Yo juré no hacerte daño, pero te hice más

Cuando me fui, tú no te fuiste
¿Estás seguro?, me dijiste
Dije que sí, no aprendí a vivir sin ti
Después me arrepentí, pero tú seguiste

No sé qué más puedo hacer pa' que creas
Sé que hiciste lo que pedí que hicieras
Pero yo no estaba bien, estaba hecho pedazos
Y sabes bien que un loco no se le puede hacer caso

Tengo que pasar por lo mismo que ella pasó
Ahora estoy llorando todo el río que lloró
No sé si es hora o ya es muy tarde
Ese es el precio de ser cobarde

Que tengo que mirarla con alguien y no soy yo
No puedo perdonar que fue por mí que ella cambió
No sé si es hora, se me hizo tarde
Ese es el precio de ser cobarde

Tarde

Passei na sua casa hoje e você estava lá
Sim, você me atendeu, mas não te reconheci
Você já me tirou da sua vida
Esse sorriso, você o ensaiou

Sua tatuagem, você a apagou, onde está?
Nossas coisas, onde estão?
Você as colocou nessa caixa
Que você não quer comentar sobre

Te mandei umas flores
E não as vejo
Eu entendi a mensagem
E não consigo acreditar

Tenho que passar pela mesma coisa que ela passou
Agora estou chorando todo o rio que ela chorou
Não sei se são horas ou se já é muito tarde
Esse é o preço de ser covarde

Que agora tenho vê-la com alguém que não sou eu
Não consigo perdoar que foi por mim que ela mudou
Não sei se são horas, se cheguei tarde
Esse é o preço de ser covarde

Te mando mensagem e você não responde
Do mesmo remédio que te dei, você me dá, sim
Você indo a várias festas
Jurei que não te machucaria, mas machuquei mais

Quando eu fui, você não foi
Tem certeza? — você me falou
Falei que sim, não aprendi a viver sem você
Depois me arrependi, mas você seguiu em frente

Não sei o que mais posso fazer pra você acreditar
Sei que você só fez o que pedi que fizesse
Mas eu não estava bem, estava despedaçado
E você sabe bem que não se pode ignorar um louco

Tenho que passar pela mesma coisa que ela passou
Agora estou chorando todo o rio que ela chorou
Não sei se são horas ou se já é muito tarde
Esse é o preço de ser covarde

Que agora tenho vê-la com alguém que não sou eu
Não consigo perdoar que foi por mim que ela mudou
Não sei se são horas, se cheguei tarde
Esse é o preço de ser covarde

Composição: Elena Rose / Julián Bernal / Manuel Lara / Manuel Lorente / Sebastian Yatra
Enviada por Beatriz e traduzida por Gustavo. Legendado por Gustavo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog