Às vezes é difícil falar
Às vezes é difícil pensar na agonia
Do dia a dia

E todas essas coisas que não param de crescer

E o coração
Desnorteado
Cansado
Não entende tanta covardia

E é tanta coisa oculta
Tanta vida morta
Tanta gente boa
Que a gente nunca mais vai ver

Procuro um caminho confortável
Onde eu possa
Tranquilamente desatar os nós
Da minha garganta

Isso é esperança
Cantar tem gosto vivo
E é o contrário de morrer

Uma música que faz minha cabeça
Misteriosa
Paira monstruosa

E muitas outras coisas penso agora
Os meus amigos
Minha família
Tanta gente boa ainda vai se conhecer


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Saulo Duarte e a Unidade

Ver todas as músicas de Saulo Duarte e a Unidade