She Used To Be Mine

Sara Bareilles

Original Tradução Original e tradução
She Used To Be Mine

It's not simple to say
Most days I don't recognize me
That these shoes and this apron
That place and its patrons
Have taken more than I gave them
It's not easy to know
I'm not anything like I used to be
Although it's true
I was never attention's sweet center
I still remember that girl

She's imperfect, but she tries
She is good, but she lies
She is hard on herself
She is broken and won't ask for help
She is messy, but she's kind
She is lonely most of the time
She is all of this mixed up
And baked in a beautiful pie
She is gone but she used to be mine

It's not what I asked for
Sometimes life just slips in through a back door
And carves out a person
And makes you believe it's all true
And now I've got you
And you're not what I asked for
If I'm honest, I know I would give it all back
For a chance to start over
And rewrite an ending or two
For the girl that I knew

Who'll be reckless just enough
Who'll get hurt
But who learns how to toughen up when she's bruised
And gets used by a man who can't love
And then she'll get stuck and be scared
Of the life that's inside her
Growing stronger each day
Till it finally reminds her
To fight just a little
To bring back the fire in her eyes
That's been gone but used to be mine

Used to be mine
She is messy, but she's kind
She is lonely most of the time
She is all of this mixed up and baked in a beautiful pie
She is gone but she used to be mine

Ela Costumava Ser Minha

Não é fácil dizer
Na maioria dos dias eu não me reconheço
Estes sapatos e este avental
Este lugar e os clientes
Tomaram mais do que eu dei
Não é fácil saber
Não pareço nada quem eu costumava ser
Embora seja verdade
Que nunca fui o centro das atenções
Ainda me lembro daquela garota

Ela é imperfeita, mas tenta
Ela é boa, mas mente
Ela é dura consigo mesma
Ela está destruída, mas não pede ajuda
Ela é confusa, mas é gentil
Ela é solitária na maior parte do tempo
Ela é isso tudo misturado
E assada em uma linda torta
Ela se foi, mas costumava ser minha

E isso não é o que pedi
Às vezes a vida entra de fininho pela porta de trás
E esculpe uma pessoa
E te faz crer que é tudo verdade
E agora tenho você
E você não é o que pedi
Para ser sincera, eu abriria mão de tudo
Para ter a chance de recomeçar
E reescrever um final ou dois
Para a menina que eu conhecia

Que se arrisca o suficiente
Que se machuca
Mas que aprende a se fortalecer quando se fere
E é usada por um homem que não sabe amar
E então fica presa e com medo
Da vida que carrega dentro dela
Que cresce a cada dia
Até que finalmente a lembra
De lutar um pouco
Para recuperar o brilho em seu olhar
Que se foi, mas que costumava ser meu

Costumava ser minha
Ela é confusa, mas é gentil
Ela é solitária na maior parte do tempo
Ela é isso tudo misturado e assado em uma linda torta
Ela se foi, mas ela costumava ser minha

Composição: Sara Bairelles
Enviada por Fábio e traduzida por Emerson. Legendado por Millena e Marina. Revisões por 7 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Sara Bareilles

Ver todas as músicas de Sara Bareilles