Desde Menor

San Joe MC

Desde menor, na vida bandida
Sonhando em ter as mais top da vila
É Hornet, whisky e maconha
Final de semana, só brota os cria

Quem é de fechar não abandona
E quem fecha fortalece a firma
Nesse dia, a casa caiu
E o prejuízo ficou pra família

E foi o seguinte, a fita foi dada
No final dessa balada
Cada um com a maldade na mente
Carrega o fuzil e glock destravada

E o alvo é o banco, hoje é sorte
Que eu já tô cheio de malote
Os menor na maldade mudou de ideia
E deu bote, foi no carro forte

E foi nessa cena que eu vi
Quatro anjos dentro de um Veloster
Um fuzil apontado pra mim
E o outro pro mano do toque

O gatilho me dizia: Amém
A maldade assim seja feita
E a cobrança veio na minha mente
Pela bala acertar a cabeça

Sei não, qual foi da ilusão
Se pá, ostentação
Que levou quatro menor pro caixão

Sei não, qual foi da ilusão
Se pá, ostentação
Que levou quatro menor pro caixão
Sei não

São Paulo, periferia
E mais um menor se jogou na vida do crime

A vida é difícil e você sabe disso
Na história que leva
Desde pequeno, crescido e criado
Moro na favela

Nunca fui do crime
Mas sempre mantive as ideia
Pra não pagar de piolho
E na quebrada ser mais um comédia

Ó só!

Meu velho partiu
Cuidei da minha coroa sozinho
Passado caleja a dor
Eu aprendi andar sobre os espinhos

Mantive a humildade
E sempre carreguei respeito
Nunca fui de duas caras
Falsidade morre no próprio veneno

Ó só!

Do que adianta aparecer na cena
Se não tem visão?
Se os menor é o futuro
Nós somos a revolução

E eles já tão revoltado
Que a gente tá mudando mente
Cada menor engatilhado com o livro na mão
E as ideia tá quente

E eles já tão revoltado
Que a gente tá mudando mente
Cada menor engatilhado com o livro na mão
E as ideia tá quente

Sei não, qual foi da ilusão
Se pá, ostentação
Que levou quatro menor pro caixão

Sei não, qual foi da ilusão
Se pá, ostentação
Que levou quatro menor pro caixão
Sei não

Enviada por Bruno. Legendado por Rebeca.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog