LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Mancha Verde - Samba-Enredo 2020

Samba-Enredo

[Enredo: Pai! Perdoai, Eles Não Sabem o Que Fazem]

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Ô, Senhor
Benditos os que rogam o perdão
Derrame sobre nós a Tua glória
Verás que a dor não foi em vão

No céu uma linda estrela brilhou, reluz o Salvador
Eu choro ao ver que o pecado me consome
Sou as duas faces desse homem
Que há de vencer o mal

É preciso lutar, exaltando Penhas e Marias
Que clamam por direitos, igualdade
Essa é a Tua vontade

Em nome do Pai, amém
Justiça e paz aos homens de bem
Deus não criou raça, e nos ensinou
Aos olhos não existe cor

Em nome do Pai, amém
Justiça e paz aos homens de bem
Deus não criou raça, e nos ensinou
Aos olhos não existe cor

Quero me deitar em verdes campos
Ver a natureza florescer
Não ter a maldade como herança
Fazer valer cada amanhecer

É hora de darmos as mãos
Cumprir a nossa missão
Perdoe se algo te fiz
Me abrace e vem ser feliz

Nunca perca a esperança
Sempre é tempo de sonhar
A vida é um sopro divino a se revelar

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Ô, Senhor
Benditos os que rogam o perdão
Derrame sobre nós a Tua glória
Verás que a dor não foi em vão

No céu uma linda estrela brilhou, reluz o Salvador
Eu choro ao ver que o pecado me consome
Sou as duas faces desse homem
Que há de vencer o mal

É preciso lutar, exaltando Penhas e Marias
Que clamam por direitos, igualdade
Essa é a Tua vontade

Em nome do Pai, amém
Justiça e paz aos homens de bem
Deus não criou raça, e nos ensinou
Aos olhos não existe cor

Em nome do Pai, amém
Justiça e paz aos homens de bem
Deus não criou raça, e nos ensinou
Aos olhos não existe cor

Quero me deitar em verdes campos
Ver a natureza florescer
Não ter a maldade como herança
Fazer valer cada amanhecer

É hora de darmos as mãos
Cumprir a nossa missão
Perdoe se algo te fiz
Me abrace e vem ser feliz

Nunca perca a esperança
Sempre é tempo de sonhar
A vida é um sopro divino a se revelar

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Só o amor pode curar o mundo
No altar do carnaval, canto em oração
A Mancha é a voz dos filhos teus
Olhai por nós, meu Deus

Composição: Darlan Alves / Gui Cruz / Marcelo Casa Nossa / Rodolfo Minueto / Rodrigo Minuetto Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por João.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog