Morro da Maianga

Rui Mingas

Noites de luar no morro da maianga
Anda no ar uma canção de roda

Banana Podre não tem fortuna
Fruta Tá, fruta Tá
Entra aqui, sai ali
Fruta Tá, fruta Tá

Moças namorando nos quintais de madeira
Velhas falando conversas antigas
Sentada na esteira, homens embebedando-se nas tabernas
E os emigrados das ilhas
Os emigrados das ilhas, com o sal do mar nos cabelos
Os emigrados das ilhas, que falam de bruxedos e sereias
E tocam violão e puxam facas nas brigas

Oh, ingenuidade das histórias infantis
Oh namoro de moças sem cuidado
Oh historias de velhas
Proletários esquecendo-se nas tascas
Emigrantes que puxam facas nas brigas
E os sons do violão
Os cânticos da missão
Os homens, os homens
As tragedias dos homens
Os homens, os homens
As tragedias dos homens

Enviada por Nilton. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Rui Mingas

Ver todas as músicas de Rui Mingas