Fé Cega, Faca Amolada

Roupa Nova

Agora não pergunto mais aonde vai a estrada
Agora não espero mais aquela madrugada
Vai ser, vai ser, vai ter que ser, vai ser faca amolada
O brilho cego de paixão e fé, faca amolada

Deixar a sua luz brilhar
E ser muito tranquilo
Deixar o seu amor crescer
E ser muito tranquilo

Brilhar, brilhar, acontecer
Brilhar faca amolada
Irmão, irmã, irmã, irmão
De fé, faca amolada

Plantar o trigo e refazer
O pão de cada dia
Beber o vinho e renascer
Na luz de todo dia

A fé, a fé, paixão e fé
A fé, faca amolada
O chão, o chão, o sal da terra
O chão, faca amolada

Deixar a sua luz brilhar no pão de cada dia
Deixar o seu amor crescer na luz de todo dia
Vai ser, vai ser, vai ter que ser, vai ser muito tranquilo
O brilho cego de paixão e fé, faca amolada

Composição: Fernando Brant / Milton Nascimento
Revisão por robeilton.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Roupa Nova

Ver todas as músicas de Roupa Nova