Que No Salga La Luna (Cap. 2: Boda)

ROSALÍA

Original Tradução Original e tradução
Que No Salga La Luna (Cap. 2: Boda)

(¡Vamos allá la' guapa'!)

Qué suerte la que yo tuve
El día que la encontré
Señala' estuve a punta de navaja
Prima, sobre la pared
Señala' estuve a punta de navaja
Prima, sobre la pared (eh)

Como las hojas de un cuchillo
Brillaban los sacais suyo' cuando le di el anillo (ah)
(Brillaban los sacais, brillaban los sacais)
Brillaban los sacais suyo'
(Brillaban los sacais, brillaban los sacais)
Que brillaban sus sacais
(Brillaban los sacais)

Si hay alguien que aquí se oponga
Que no levante la voz
(Que no lo escuche la novia)
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)

Con tus ojitos, prima, yo me alumbraré
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)
Con tus ojitos, prima, yo me alumbraré
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)
En tus ojitos prima, yo me alumbraré

A ver, a ver, a ver
Enséñame ese
¡Cómo brilla!
¡Madre mía, qué guapo!
Diamantes, ahora sí que
Con diamantes, me gusta

¡Que bonita está mi novia que se merece un trono! (¡reina!)
Corona'a de brillantes y es con perlas y oro
Corona'a de brillantes y es con perlas y oro
Quiera o no quiera, lo quiera ella o no quiera
Va a estar conmigo y hasta que se muera

Clava' de plata, clava' de plata
Sin decir na', a mí m'a jura'o que ella por mí se mata
Sin decir na', a mí m'a jura'o que ella por mí se mata

Que toma, que toma, que toma, que toma toma, toma
A la virgencita de la Merced, un rezo
La hoguerita se apagó por sus besos
La hoguerita se apagó por sus besos

Si hay alguien que aquí se oponga
Que no levante la voz
(Que no lo escuche la novia)
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)

Con tus ojitos, prima, yo me alumbraré
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)
Con tus ojitos, prima, yo me alumbraré
(Que no salga la luna que no tiene pa' qué, no tiene pa' qué, no tiene pa' qué)
En tus ojitos prima, yo me alumbraré

Que a Lua Não Saia (Cap. 2: Casamento)

(Vamos lá, garotas lindas!)

Que sorte que eu tive
No dia que a encontrei
Fui encontrada na ponta de uma navalha
Perfeita, contra a parede
Fui encontrada na ponta de uma navalha
Perfeita, contra a parede (é)

Como as lâminas de uma faca
Seus olhos brilhavam quando lhe dei o anel (ah)
(Seus olhos brilhavam, seus olhos brilhavam)
Os seus olhos brilhavam
(Seus olhos brilhavam, seus olhos brilhavam)
Que seus olhos brilhavam
(Seus olhos brilhavam)

Se há alguém aqui que se oponha
Que não levante a voz
(Que a noiva não escute)
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)

Com seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)
Com seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)
Em seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar

Vamos ver, vamos ver, vamos ver
Me mostre esse
Como brilha!
Minha nossa, que lindo!
Diamantes, agora sim que
Com diamantes, eu gosto

Que linda está minha namorada, que ela merece um trono! (rainha!)
Coroada de brilhantes e com pérolas e ouro
Coroada de brilhantes e com pérolas e ouro
Queira ou não queira, ela queira ou não queira
Vai estar comigo até que ela morra

Banhada de prata, banhada de prata
Sem me dizer nada, ela jurou que por mim se mata
Sem me dizer nada, ela jurou que por mim se mata

Que toma, que toma, que toma, que toma toma, toma
A Nossa Senhora das Mercedes, uma oração
A fogueirinha foi apagada por seus beijos
A fogueirinha foi apagada por seus beijos

Se há alguém aqui que se oponha
Que não levante a voz
(Que a noiva não escute)
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)

Com seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)
Com seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar
(Que a lua não saia, que não tem pra quê, não tem pra quê, não tem pra quê)
Em seus olhinhos, perfeitos, vou me iluminar

Composição: Anton Alvarez Alfaro / Antonio Gallardo Molina / Nicolás Sánchez Ortega / Pablo Diaz-Reixa Diaz / Rosalia Vila Tobella
Enviada por Danie e traduzida por Lídia. Legendado por Bad. Revisões por 5 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog