Open Road

Roo Panes

Original Tradução Original e tradução
Open Road

Open road, no one stopped you from trying
To lose your load, to find your silver lining
You left my side, 'cause mother let you run and hide
But even from afar I hear you crying

Let me out of this cage, before I swell up with rage
Let me sing to old age before I'm done
Let me shout to the skies that I'm too young to die
And that fate will never stop me from trying

Finally found, the dreaming lived those ties unbound
That quest for peace, that hopeless search for sweet release
You've found your feet, but now they only run to meet
A hope that's hanging loosely whilst your crying

Let me out of this cage, before I swell up with rage
Let me sing to old age before I'm done
Let me shout to the skies that I'm too young to die
And that fate will never stop me from trying

Open road, you will only lead back home
'Cause you stole the heart, but your heart is still alone so
Just take your time, 'cause mother let you run and hide
Wisdom knows the eyes through which you're crying

Let me out of this cage, before I swell up with rage
Let me sing to old age before I'm done
Let me shout to the skies that I'm too young to die
And that fate will never stop me from trying

Open Road

Estrada afora, ninguém te impediu de tentar
Largar seus pesos, de tentar encontrar seu lado bom
Deixaste de estar a meu lado pois correste e te escondeste
Mas, mesmo ao longe, eu te ouço chorando

Deixa-me sair desta gaiola, antes que me encha de raiva
Deixa-me cantar à velhice antes que eu faça parte dela
Deixa-me gritar aos céus que sou muito jovem para morrer
E que o destino nunca me vai impedir de continuar a tentar

Por fim encontrei o sonho em que vivi, esses laços soltos
Essa busca pela paz, essa louca busca pela doce liberdade
Você se encontrou, mas agora não vais onde não conheces
A tua esperança está a ser perdida enquanto choras

Deixa-me sair desta gaiola, antes que me encha de raiva
Deixa-me cantar à velhice antes que eu faça parte dela
Deixa-me gritar aos céus que sou muito jovem para morrer
E que o destino nunca me vai impedir de continuar tentar

Corre pela estrada fora, ela vai-te levar de volta a casa
Roubaste um coração, mas o teu continua só por isso
Leva o teu tempo, a tua mãe deixou-te correr e esconder
A sabedoria conhece os olhos pelos quais choras

Deixa-me sair desta gaiola, antes que me encha de raiva
Deixa-me cantar à velhice antes que eu faça parte dela
Deixa-me gritar aos céus que sou muito jovem para morrer
E que o destino nunca me vai impedir de continuar a tentar

Composição: Roo Panes
Enviada por Caught e traduzida por Nicole. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Roo Panes

Ver todas as músicas de Roo Panes