Land Of The Living

Roo Panes

Original Tradução Original e tradução
Land Of The Living

Where did they go?
That which I cherished and that I wrestled
Don't want to be like the dust that settles
This empire of nothing
I find that I'm king of all these empty halls
That I'm ruled by my own floors

But you can't be an old fire if you were burning with a new flame
So remember that you were never a forgotten name
'Cause I know a land called the Land of the Living
It's the world beyond those curtains where we learned the play
I hear the voices of my childhood singing
It's the world beyond those doorways where we used to play

'Cause every moment is a chance to define what you want to become
You're not a slave to things you've done
Be brave and be bold, be childish and old
It's the same old story
Every life needs a hope of glory

But you can't be an old fire if you were burning with a new flame
So remember that you were never a forgotten name
'Cause I know a land called the Land of the Living
It's the world beyond those curtains where we learned the play
I hear the voices of my childhood singing
It's the world beyond those doorways where we used to play

I was born to be free, you were born to free me
I was born to be free, you were born to free me
I was born to be free, you were born to free me
I was born to be free, you were born to free me

I know a land called the Land of the Living
It's the world beyond those curtains where we learned the play
I hear the voices of my childhood singing
It's the world beyond those doorways where we used to play

I know a land called the Land of the Living
It's the world beyond those curtains where we learned the play
Oh, we'll go back, we'll go back to the beginning
And we'll pickup on the trails of forgotten ways

Terra Dos Vivos

Onde eles vão
Onde devemos valorizar e onde eu luto
Não quero ser como a poeira que se instala
Neste império de nada
Acho que sou o rei de todas estas casas vazias
Que são governadas por minhas próprias falhas

Mas você não pode ser um fogo antigo
Se você está queimando com uma chama nova
Então lembre-se de que você nunca será um nome esquecido
Porque eu conheço uma terra chamada de a terra dos vivos
É o mundo além das cortinas onde aprendemos a brincar
Eu ouço as vozes da minha infância
Cantando sobre o mundo além daquelas portas
Onde costumávamos brincar

Porque cada momento
É uma chance de definir o que você quer se tornar
Você não é escravo das coisas que fez
Seja corajoso e seja ousado
Seja infantil e sábio, é a mesma velha história
Toda vida precisa de uma esperança de glória
Mas você não pode ser um fogo antigo
Se você está queimando com uma chama nova
Então lembre-se de que você nunca será um nome esquecido

Porque eu conheço uma terra chamada de a terra dos vivos
É o mundo além das cortinas onde aprendemos a brincar
Eu ouço as vozes da minha infância cantando
Sobre o mundo além daquelas portas
Onde costumávamos brincar
Eu nasci para ser livre, você nasceu para me libertar
Eu nasci para ser livre, você nasceu para me libertar
Eu nasci para ser livre, você nasceu para me libertar
Eu nasci para ser livre, você nasceu para me libertar

Porque eu conheço uma terra chamada de a terra dos vivos
É o mundo além das cortinas onde aprendemos a brincar
Eu ouço as vozes da minha infância cantando
Sobre o mundo além daquelas portas
Onde costumávamos brincar
Eu conheço uma terra chamada de a terra dos vivos
É o mundo além das cortinas onde aprendemos a brincar
Ah, vamos voltar, vamos voltar ao início
E vamos escolher as trilhas de caminhos esquecidos

Composição: Roo Panes
Enviada por Andressa. Revisão por Victor.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Roo Panes

Ver todas as músicas de Roo Panes