Engenho Novo

Roberto Ribeiro

Engenho novo, oi morena
Dá gosto ver moreninha
Bota cana nele, oi morena
Deixa moer

Se o amor no moço velho
Já se foi no seu galope
A moenda tem remédio
Na garapa ou no xarope
Um só gole faz a gente
Virar carne de pescoço
Faz o sangue ficar quente
Faz o velho ficar moço

Na garapa ou no melado
A saudade vai embora
É só ver o lambuzado
A tristeza dá o fora
No amor que envenena
Só nós dois do mel vivendo
Quero ver você, morena
Na moenda me moendo

Composição: Joel Menezes / Roberto RIbeiro
Enviada por Manuel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog