Gargoyles, Angels Of Darkness

Rhapsody

Original Tradução Original e tradução
Gargoyles, Angels Of Darkness

[i. angeli di pietra mistica]
The prophet told of loud thunders quaking the surface of earth
When the black raven would have turned victim of wonderful spells
He would have become a white swan born from the darklands of sin
Neither would aresius have believed what was now changing in him
Swan... prince of the magic lake... dargor's your name...

Gargoyles, fly
Gargoyles, rise
Gargoyles, fly
High...!
Angeli di pietra mistica
Ladri d'anime fieri volano

Another mess of vampires, masquerade of sadistic pride
He could not endure these cruel games
Against him who once spared its life
He realized so not too late to be really far from his king
Far from his infinite blood thirst, too far to call them right for him
Rise... fly high and steal his soul... angels of stone...

Gargoyles, fly
Gargoyles, rise
Gargoyles, fly
High...!
Angeli di pietra mistica
Ladri d'anime fieri volano

Ti invoco o terra... colora il mio nero...
Con fiera lealta' io giuro sincero...
Tra anime morte e caos immenso
A gaia sovrana l'amore piu' intenso... io dargor a te...

Gargoyles, oh my brother gargoyles
Rise now, rise for his soul

[ii. warlords' last challenge(instrumental)]

[iii. ...and the legend ends...]

Dargor, do it... it must be done...
Free your rage and light your soul...
It's gaia's call...

...the powerful energies of the furthest secret cosmos heard
So the prayer of our mother gaia, the supreme spirit
Who gave us the miracle of life... and her dark son breathed new life...
The power of the dragonflame was realizing what had seemed to be impossible...

And this is then the epic end
Of the legendary tale
Of the one who found the light
And the dragonflame inside
Of the tragic rain of a thousand flames
Of the town's defenders who faced pain
Of symphonies of enchanted lands
Of whispers of love and hate

The dawn of victory can breathe in the wind
And this would mean the great rebirth
Reborn, the one who's giving his life
...the towns lying on the ground
Be one (be one!) of us (of us!) and
Act as all the prophecies want...
To mountains and valleys, to fire and snow,
To sun, moon and wisdom rise your soul...
It's the call...!

Oh no, oh god, oh god no
What is happening?

Angeli di pietra mistica
Ladri d'anime fieri volano
Angeli di pietra mistica
Ladri d'anime fieri volano

Oh, god, my god...
It happened... it happened!

Dargor mortally struck the queen of the dead and called the mighty gargoyles against the legions of darkness...
He pushed akron into the hands of the nordic warrior, now a dying victim of terrible tortures... the chosen one let himself fall into the deep marshes constraining the black king, with the emerald sword again in his hands, not to move... they became food for the snakes of the abyss...
But this sacrifice had a terrific and great effect and akron's death meant the victory on the evil forces of abyss... once... forever...
Remember, proud brothers... everything is possible... when you let the mystic power of the dragonflame burn in your heart... believe it... ...it's the dragonflame!

Tenebra, tenebra... domina!
Tenebra, tenebra... danna me!
Let me see his face...
Furia cieca, caos in me...
Demoni...
Lead me to your horned beast named king...
I will call my fire, air, earth,
The oceans' waters... to stop inferno's breath!
Tenebra, tenebra... domina!
Tenebra, tenebra... danna me!
Tenebra... libera me!

Gárgulas, Anjos da Escuridão

[i. Anjos da Pedra Mística]
O profeta disse de altos trovões tremendo a superfície da Terra
Quando o corvo negro teria virado vítima dos feitiços maravilhosos
Ele se tornaria um cisne branco nascido das terras negras do pecado
Nem Aresius teria acreditado o que estava agora mudando nele
Cisne... Príncipe do lago mágico... Dargor seu nome

Gárgulas, voem
Gárgulas, subam
Gárgulas, voem
Alto...!
Anjos da pedra mística
Ladrões de alma, voam orgulhosos

Outra Confusão de vampiros, mascarada de orgulho sádico
Ele não poderia aturar esses jogos cruéis
Contra ele que uma vez poupou a sua vida
Ele percebeu que não era tão tarde para estar realmente loge de seu rei
Longe de sua infinita sede de sangue, longe demais para chamar-lhes para ele
Suba... voe alto e roube sua alma... anjos de pedra

Gárgulas, voem
Gárgulas, subam
Gárgulas, voem
Alto...!
Anjos da pedra mística
Ladrões de alma, voam orgulhosos

Eu te invoco ó terra ... colore minha escuridão ...
Com lealdade feroz eu juro sincero
Entre almas mortas e caos imenso
À rainha Gaia no amor mais intenso ... Eu dargor a você ...

Gárgulas, oh meus irmãos gárgulas
Erguam-se agora, erguam-se pela alma dele

[ii. Último desafio dos Senhores de Guerra (instrumental)]

[iii. ...E a lenda acaba...]

Dargor faça-o, isso deve ser feito
Liberte sua fúria e ilumine sua alma
É o chamado de Gaia

... As poderosas energias dos mais distantes e Secretos cosmos ouviram
Então a oração de nossa Mãe Gaia, o espírito supremo
Que nos deu o milagre da vida... e seu filho negro respirou nova vida...
O Poder da Chama do Dragão estava realizando o que pareceu ser impossível

E esse é então o fim épico
Do conto lendário
Daquele que encontrou a luz
E a chama do dragão dentro
Da trágica chuva das mil chamas
Dos defensores da cidade que encararam a dor
Das sinfonias das terras encantadas
De sussurros de amor e ódio

O amanhecer de vitória pode respirar no vento
E isso significaria o grande renascimento
Renascimento, aquele que está dando sua vida
...As cidades repousam no chão
Seja um (seja um!) de nós (de nós!) e
Aja como as profecias querem
Para montanhas e vales, para o fogo e a neve,
Para o Sol, Lua e Sabedoria levante sua alma
É o chamado...!

Oh não, oh Deus, oh Deus não
O que está acontecendo

Anjos da pedra mística
Ladrões de alma, voam orgulhosos
Anjos da pedra mística
Ladrões de alma, voam orgulhosos

Oh, Deus, meu Deus...
Aconteceu... aconteceu!

Dargor golpeou mortalmente a rainha dos mortos e chamou os poderosos Gárgulas contra as legiões das trevas
Ele empurrou Akron para as mãos do guerreiro nórdico, agora uma vítima agonizante de terríveis torturas... o escolhido se deixou cair nos pântanos profundos segurando o rei negro, com a Espada Esmeralda novamente em suas mãos, sem se mecher... eles se tornaram comida para as cobras do abismo
Mas esse sacrifício teve um terrível e grande efeito e a morte de Akron significou a vitória sobre as forças malígnas do abismo... de uma vez... por todas...
Lembrem-se orgulhosos irmãos... tudo é possivel... quando voce deixa o poder místico da chama do dragão queimar em seu coração... acredite... é a chama do dragão!

Trevas, trevas... dominam!
Trevas, trevas... dê a mim!
Deixe me ver sua face...
Fúria cega, caos em mim...
Demônio...
Leve-me até sua besta de chifres nomeado rei
Eu chamarei meu fogo, ar, terra,
As águas do Oceano... para parar a respiração do inferno
Trevas, trevas... dominam!
Trevas, trevas... dê a mim!
Trevas... liberem-me!

Composição: Staropoli / Turilli
Enviada por Idjahure e traduzida por RayanneFrota. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog