Longe Eu Vou

Renato Godá

O meu passado é só poeira
Que se levanta no retrovisor
Que o vento leva
Que o vento espalha
Pouco importa pois na estrada longe eu vou

Com as minhas botas gastas longe eu vou
Com meu destino incerto longe eu vou

Se hoje em dia
Sou frase solta
Rima sem par
De um poema sem rancor
Que o vento leva
Que o vento espalha
Pouco importa pois na estrada longe eu vou

Com as minhas botas gastas longe eu vou
Com meu destino incerto longe eu vou

Quanto ao futuro não faço planos
Não marco encontros que me acerte quando for
Que o vento leve
Que o vento espalhe
Pouco importa pois na estrada longe eu vou

Com as minhas botas gastas longe eu vou
Com meu destino incerto longe eu vou


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Renato Godá

Ver todas as músicas de Renato Godá