Prometeu Ao Santo

Quarto Negro

Eu voltei.
Não podia mais pensar que a saudade é
maior que ela.
Sei que não posso.
Não me acrescenta nada.
Pra sempre um esboço.
Eu não posso mais beber:

Das canções erradas que você me trouxe.
Das discórdias que a memória teme em
crer.

Eu voltei.
Não podia mais sonhar que o meu amor é
maior que o dela.
Sei que não posso.
Não me leve a mal.
Do céu ao poço.
Eu não posso mais te ver:

Discutir se vale mesmo a presença dos
passos
que os meus traços temem crer.
Peço as contas por não ser mais quem você
queria.

Prometeu ao santo: Não iria mais voltar.
Prometeu ao corpo; Eu não posso mais
beber:

Das canções erradas que o amor me
trouxe.
Das discórdias que a memória teima em
crer.
Peço as contas por não ser mais quem você
quer ou que você queria.


Posts relacionados

Ver mais no Blog