Como não te ver?

Priscila Alves

Tu és a fonte de vida e paz
Refúgio em tempos de tribulação
Tua presença traz plena alegria ao meu coração

Tu és alivio em meio a dor
Tu és a sombra num dia de calor
És água viva a jorrar puro amor e perdão

Como não te ver?
Como não perceber?
Se em tudo tu estás e as obras de tuas mãos
Anunciam o teu poder

Tu és o mesmo
E estás presente aqui
Te adoramos, louvamos
Prostramos diante de ti
Tu és o mesmo
E habitas em mim
Cobre-me com teu amor, com teu favor
Com tua bondade sem fim

Composição: Priscila Alves
Enviada por Priscila. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Priscila Alves

Ver todas as músicas de Priscila Alves