Karamba (part. Kaya Conky)

Potyguara Bardo

Karamba
Kakaramba ein
Karamba

Morta em casa vendo YouTube
Muito laricada peço um iFood
Descendo o meu feed
Como a juventude e em sugestão vejo você

Daquele modelinho que bem sabemos
Mermirnho que um tiro, pisa menos!
Esse rostinho, de olhar me faz pleno
Boy eu quero te add

E eu fico tipo kakakakakakakakakakakakakaka karamba

Kakakakakakakakakakakakakaka kakaramba
Ein!
Kakakakakakakakakakakakakaka kakaramba

Kakakakakakakakakakakakakaka Kaya Conky

Que delícia! É da minha cidade
Acho que encontrei meu amor de verdade
Pai dos meus filhos, deu uma vontade transcendente de sarrar

Presse sorriso não tem condição, até seu nariz me faz ter tesão
A tela eu lambi, vem sentir pressão
Da paixão sou a deusa

E eu fico tipo kakakakakakakakakakakakakaka karamba

Kakakakakakakakakakakakakaka karamba
Ein!
Kakakakakakakakakakakakakaka karalhon

Kakakakakakakakakakakakakaka KARAIO

O destino assinou
Nossos nomes no céu
Nós até já se casou
Na minha mente e no papel
Ei, peraí!
Não corre não!
Pra que fugir?
Se quiser vamos só ficar

Kakaka
Amiga, eu vou seguir ele
Kakaka
Ui, ele me seguiu de volta
Kakaka?
Ta curtindo minhas fotos!
Kakaka!
Me chamou de linda
Kakaka
Mandou uma mensagem dizendo assim
Kakaka
Bora abalar?
Kakakakakakakakaka
Ai eu vou
Kakakakakakakakaka
E vou horrores
Kakakakakakakakaka
Hahaha
Kakakakakakakakaka
Ja fui
Karamba

Kakakakakakakakakakakakakaka kakaramba

Kakakakakakakakakakakakakaka kakaramba
Ein!
Kakakakakakakakakakakakakaka karakatau

Kakakakakakakakakakakakakaka

(Nossa!)
(Uau!)

Composição: Potyguara Bardo
Enviada por Higo. Revisão por Caio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog