Fado Boémio e Vadio

Piedade Fernandes

Há um fado que é cantado
Há um outro que é sentido
Há um fado maltratado e outro que anda perdido
Há um fado que é saudade, outro que é alegria
O fado não tem idade, será sempre companhia!
Por ser boémio vadio
É como um navio que chega a noitinha,
Tomou-me conta da alma
Tirou-me da calma, nem disse ao que vinha!

Tragam viola guitarra
Colete samarra, que o fado é assim!
Seja qual for o motivo, o fado está vivo, cá dentro de mim!
Há um fado nas vielas, outro anda nos salões
Há um fado à luz das velas, outro chama corações!
Já houve um fado falado, já houve um fado canção
O triste fado do fado é maior que uma emoção!
Por ser boémio vadio, é como um navio que chega a noitinha,
Tomou-me conta da alma
Tirou-me da calma, nem disse ao que vinha!
Tragam viola guitarra, colete samarra, que o fado é assim!
Seja qual for o motivo, o fado está vivo, cá dentro de mim


Posts relacionados

Ver mais no Blog