Seres Extraños

Perota Chingo

Original Tradução Original e tradução
Seres Extraños

No sé si me habras visto en alguna reunión
Soy el que está sentado solo en el sillón
No te preocupes cuando te parece verme mal
Nada más estoy pensando
(Que nada mas estoy pensando)
Como cambiar el mundo

Y cuando duermo boca abajo sueño
Que la mente se va a jugar por allá
Dejando el cuerpo acá no la puede alcanzar
Cuando me acuesto miro el techo y pienso
En las cosas de mí que no soporto mas
Pero no importa el tiempo está para cambiar
Y empezar a dar amor de nuevo

Y empezar a dar amor y a recibirlo si estás dispuesto a darlo
Y empezar a ver mejor que están buscando esos seres extraños

Me siento sincero y tanto
Que nunca puedo bailar cuando no lo está escuchando el corazón

Si me ves por la calle (si me ves por la calle) seguro que voy cantando
Golpeando las manos o revolviendo el aire
Haciendo redoblar el pecho

Y cuando duermo boca abajo sueño
Que la tierra no está repartida entre los que tienen más poder
Esto es un ajedrez
Cuando me acuesto miro el techo y pienso
Que hay una parte que yo nunca te conté
Cuando me quedo solo a veces pienso en vos

Y empezar a dar amor y a recibirlo si estás dispuesto a darlo
Y empezar a ver mejor que están buscando esos seres extraños

Seres Estranhos

Não sei se tem me visto numa reunião qualquer
Sou aquele que está sentado sozinho no sofá
Não se preocupe quando parecer que estou triste
Não estou pensando em nada
(Em nada mais estou pensando)
Como mudar o mundo

E quando durmo de bruços, sonho
Que a mente vai embora, saltando de lá
Deixando o corpo para trás, sem poder alcançá-lo
Quando me deito, olho para o teto e reflito
Que existe uma parte de mim que não suporto mais
Porém, não importa, o tempo está prestes a mudar
E começar a dar amor de volta

E começar a dar amor e a recebê-lo se você estiver disposto a dar
E começar a ver melhor do que aqueles seres estranhos estão procurando

Me sinto muito sincero
Que nunca possa dançar quando não se está ouvindo o coração

Se você me vir na rua (se me vir na rua) tenha certeza que estarei cantando
Com as mãos golpeando e agitando o ar
Fazendo o peito redobrar

E quando eu dormir de bruços, sonho
Que a terra não está dividida entre os que têm mais poder
Isto é um xadrez
Quando eu deito eu olho para o teto e eu penso
Que há uma coisa que eu nunca disse
Quando eu estou sozinho eu penso em você, às vezes

E começar a dar amor e recebê-lo se você estiver disposto a dar
E começar a ver melhor do que aqueles seres estranhos estão procurando

Enviada por Joyce e traduzida por Rodrigo. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Perota Chingo

Ver todas as músicas de Perota Chingo