Sapo-Boi

Pequeno Cidadão

Era noite escura, caminhava com a lua
Não sei aonde foi mas sei que o som era do sapo-boi
Sapo-boi, sapo sapo-boi, sapo-boi sapo sapo-boi
Eu não sei a hora que foi mas sei que o som era do sapo-boi

Se eu fosse o prefeito aqui da capital
Pegava o sapo-boi e espalhava pela marginal
Sapo-boi, sapo sapo-boi, sapo-boi sapo sapo-boi
A dengue nao passa de um mes, pois o mosquito é o prato da vez


O sapo-boi, o sapo sapo-boi, o sapo-boi sapo sapo-boi
Eu não sei aonde foi mas sei que o som era do sapo-boi

E essa pode ser a minha colaboração
Vamos todos ter um sapo-boi de estimação
Sapo-boi, sapo sapo-boi, sapo-boi sapo sapo-boi
Vamos todos ter um sapo-boi de estimação

E pra multiplicar o sapo-boi chamava a sapa-vaca
Deixava os dois pastanto de Santana até o Jabaquara
E a dengue não vai ter mais vez, porque mosquito é o prato da vez


O sapo-boi, o sapo sapo-boi, o sapo-boi sapo sapo-boi
Eu não sei aonde foi mas sei que o som era do sapo-boi

Composição: Pequeno Cidadão
Enviada por Uirá. Legendado por Pablo. Revisão por Pablo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Pequeno Cidadão

Ver todas as músicas de Pequeno Cidadão