Não Vou Te Deixar, Por Enquanto

Pélico

Brinco de ser maior
Você não sabe o motivo
Aos poucos me sinto melhor
Tenho o que foi possível
Claro, não é de enjoar
Não faço bem esse tipo
A vida vai se encarregar
E nada posso com isso

Ah! não vou te deixar, por enquanto
Ah! não vou te deixar, por enquanto

Levo uma vida menor
De amores tolos, perdidos
E esse seu dom de controlar
Me faz querer o impossível
Temos data pra terminar
Finjo que não acredito
Nosso trato prevê o pior
Mas o destino é impreciso

Ah! não vou te deixar, por enquanto
Ah! não vou te deixar, por enquanto

Às vezes penso que você não pode comigo

Composição: Pélico
Enviada por Gabriela.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog