Vem Ter Comigo aos Aliados

Pedro Abrunhosa

Aqui começa a terra prometida
Podes entrar ou estar de saída
Ainda é cedo para parar

Teremos tempo para dormir um dia
Trocar o medo pela fantasia
A vida não pode esperar

Esta noite foge comigo
Só no amor somos sem abrigo
Este beijo é de amor antigo
Fomos abençoados

Este é o Porto de todos os barcos
Chegam os loucos voltam encantados
E é por ti que o Douro canta fados
Vem ter comigo aos Aliados

Em 5 horas vou de norte a sul
Sangue de todos é o de cada um
O meu é vermelho o teu é azul
Hei-de te encontrar

Estaremos vivos ao amanhecer
Neve dá pastos que não têm poder
Esta é a luz dos que hão de nascer
E eu hei-de ajudar

Esta noite foge comigo
Só no amor somos sem abrigo
Este beijo é de amor antigo
Fomos abençoados

Este é o Porto de todos os barcos
Chegam os loucos voltam encantados
E é por ti que o Douro canta fados
Vem ter comigo aos Aliados

Parecem dias de anunciação
É o futuro que te agarra ao chão
Pões luz como no São João
Olha que o céu nos vê

O teu corpo chama e o meu responde
Talvez te ame no meio da ponte
Talvez me entregue com o calor de ontem
Chegou a nossa vez

A noite está a chegar
Havemos de nos salvar

A noite está a chegar
Havemos de nos salvar

Parecem dias de anunciação
É o futuro que te agarra ao chão
Pões luz como no São João
Olha que o céu nos vê

A noite está a chegar
Havemos de nos salvar

A noite está a chegar
Havemos de nos salvar


Posts relacionados

Ver mais no Blog