Jogo de Dentro

Paulo César Pinheiro

Se você, camará, entrar eu entro
Vim aqui pra jogar jogo de dentro
Eu não temo quem me ataca
Nem na luta nem no jogo
Uso braço contra faca
Perna contra arma de fogo
Aprendi dessa maneira
Encarar o desaforo
Praticando capoeira
Na pedreira são Diogo

Pode vim, pode entrar que eu me concentro
Vim aqui pra jogo de dentro
Pra jogar com maestria
É preciso que se adestre
Quem é mestre desafia
A qualquer poder terrestre
Foi aluno cabaceira
Em santana virei mestre
Foi ao pé da gameleira
Na fazenda são silvestre

Oh de lá, oh de cá eu tô no centro
Vim aqui pra jogar jogo de dentro
O tirano que me atiça
Vai tomar a sua dor
Não engulo a injustiça
Não aturo desaforo
Zum zum zum é minha missa
Capoeira é meu tesouro
Quem perguntá pra polícia
Vai saber quem é besouro

Se você, camará, entrar eu entro
Vim aqui pra jogar jogo de dentro
Pode vim, pode entrar que eu me concentro
Vim aqui pra jogo de dentro

Composição: Paulo César Pinheiro
Enviada por Vivian.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Paulo César Pinheiro

Ver todas as músicas de Paulo César Pinheiro