Dias fora do páreo
meio atirado pela janela
longas horas de versos
meia tigela em grãos de poeira
certos dias têm cara de vida inteira

não sei se é do vinho ou da vida
quando fico assim
outra madrugada perdida
procurando você, procurando por mim

dias me distraindo,
sobrevivendo ao medo da solidão
já parei de fumar
parar de trair tô prometendo, mas
quem tem dentes um dia acaba mordendo

não sei se é do vinho ou da vida
quando fico assim
outra madrugada perdida
procurando você
não sei nem se ainda eu estou
na minha avenida
não nem se estou mais na minha
nem na sua

mavin gaye me consola
governos me esfolam
mulheres me desgovernam
e outras coisas que rolam
por vários motivos não comentaremos
dívidas e pecados não tenho pequenos

não sei se é do vinho ou da vida
quando fico assim
outra madrugada perdida
procurando você
não sei nem se ainda eu estou
na minha avenida
não nem se estou na minha
nem na sua vida ...


Posts relacionados

Ver mais no Blog