Outros instantes

Partido dos Poetas Pobres

Eu nem vi quando foi
Pra lhe dizer eu nem senti
Somente espere de você
Mas nunca espere de mim
Talvez o exagero seja eu lhe dizer
Que não existe mais todo o desespero
Não é pra tanto, nem é pra tanto, não, não!

Mas tudo bem já passou
Eu nem te odeio tanto assim
Mas acho impossível o reecontro, o replay
Pois hoje ainda tenho muito o que fazer
Ser menina é three, chegar aos trinta e três
São outros instantes, em outros instantes
São outros instantes, em outros instantes

Um dia qualquer eu lhe escrevo
Uma canção de amor cafona
De água benta pra exorcismo
Dos teus discursos, das tuas médias
Dos teus discursos, das tuas médias

Eu nem vi quando foi
Pra lhe dizer eu nem senti
Mas tudo bem já passou
Nem te odeio tanto assim, eu nem te odeio tanto
São outros instantes, em outros instantes
São outros instantes, em outros instantes

Composição: João Augusto Machado / Partido Dos Poetas Pobres
Enviada por Helton.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog