LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Adicto (part. Tainy y Anuel AA)

Ozuna

Adicto (part. Tainy y Anuel AA)

(Uah)
Han pasado varios día' y 'toy enfermo de ti
Dime qué me hiciste, ma'
De mi memoria yo no te puedo borrar
Dios me va a castigar, le prometí te iba a olvidar
No hay por qué seguir mintiendo
El tiempo 'tá corriendo y no se puede parar (no se puede parar)
La soledad me sigue consumiendo
Ma', te 'toy extrañando, no lo puedo negar

Bebé, yo soy adicto a tu piel
Siempre vuelvo a caer aunque quiera romper (romper)
Ese vicio de ti que me hace mal y a veces me hace bien
Dime qué vas a hace-e-er (oah)
Yo 'toy puesto pa' ti, si no quieres de mí, yo no vo'a aparece-er
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender que (uah)
Bebé, yo soy adicto a tu piel
Siempre vuelvo a caer aunque quiera romper (romper)
Ese vicio de ti que me hace mal y a veces me hace bien
Dime qué vas a hace-e-er
Estoy puesto pa' ti, si no quieres de mí, yo no vo'a aparece', eh-eh
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender, eh-eh (uah, uah)

(Bebecita)
'Toy adicto, no te dejo en visto (en visto)
Mamita rica cuando te desvisto (desvisto)
Un usuario, yo te necesito (-cesito)
Lo que yo hago contigo ya es instinto (instinto)

Dame otro amanecer (uah)
Viendo la noche desaparecer (desaparecer)
Y yo no sé si tú eres infiel, pero contigo quiero hacer
Lo que hicimo' aquella vez (uah, uah)
Dame otro amanecer
Viendo la noche desaparecer (oh, oh)
Y yo no sé si tú eres infiel, pero contigo quiero hacer
Lo que hicimo' aquella vez (aquella vez; uah)

Bebé, yo soy adicto a tu piel
Siempre vuelvo a caer aunque quiera romper (romper)
Ese vicio de ti que me hace mal y a veces me hace bien
Dime qué vas a hace-e-er
Estoy puesto pa' ti, si no quieres de mí, yo no vo'a aparece', eh-eh
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender, eh-eh (uah, uah)

(¡Ozuna!)
Soy adicto a tu parte
Me hiciste un brujo que no puedo olvidarte (-vidarte)
Cada vez que te veo, difícil de esquivarte (¡oh, oh!)
Y después te estoy llamando con ganas de darte
Y es que quiero comerte, bebé, tú sabe', ya son las tre'
¿Qué tal si nos vamos pa' mi casa? Ahí es que e' (eh, eh)
Si es temprano, nos pegamo' a la pared (a la pared)
Si tu mamá te llama, en la lambo', contéstale
Y diles que tú estás conmigo (-migo)
Que no hay nada, que somos amigo' (-migo', oh)
Que solo fueron dos copa' de vino (oh-oh, oh-oh)
Que los party' dan pa' el vestido de valentino, e' algo divino (uah)

Bebé, yo soy adicto a tu piel
Siempre vuelvo a caer aunque quiera romper (romper)
Este vicio de ti que me hace mal y a veces me hace bien
Dime qué vas a hace-e-er (oah)
Yo 'toy puesto pa' ti, si no quieres de mí, yo no vo'a aparece-er
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender que (uah, uah)
Bebé, yo soy adicto a tu piel
Siempre vuelvo a caer aunque quiera romper (romper)
Ese vicio de ti que me hace mal y a veces me hace bien
Dime qué vas a hace-e-er
Estoy puesto pa' ti, si no quieres de mí, yo no vo'a aparece', eh-eh
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender, eh-eh (uah, uah)

Bebecita, bebe-bebecita, uah
Mera, dime, tainy
Lo' reye' 'e los billboard ¿oíste, bebé? (oh-oh, oh-oh)
Anuel (woh-oh)
¡Brr!
Ozuna
Ozuna
Real hasta la muerte, baby
Uah
Real hasta la muerte, baby
(Uah, uah; bebé, yo soy adicto a tu piel; uah
Yo trato de explicarte y tú no quiere' entender que)

Adicto (Part. Tainy e Anuel AA)

(Uah)
Tem passado vários dias e estou doente de você
Me diga o que você fez comigo, mas
Da minha memória eu não posso te apagar
Deus vai me castigar, eu prometi que ia te esquecer
Não há razão para continuar mentindo
O tempo está correndo e não pode parar (não pode parar)
A solidão ainda me consome
Mas, eu sinto sua falta, eu não posso negar

Baby, eu sou viciado em sua pele
Eu sempre caio novamente mesmo se eu quiser acabar (acabar)
Esse vício de você que me faz mal e às vezes me faz bem
Diga-me o que você vai fazer-e-er (oah)
Estou à sua disposição, se você não me quer, eu não vou aparecer
Eu tento explicar e você não quer entender que (uah)
Bebê, eu sou viciado em sua pele
Eu sempre caio novamente mesmo se eu quiser acabar (acabar)
Esse vício de você que me faz mal e às vezes me faz bem
Diga-me o que você vai fazer-e-er
Estou à sua disposição, se você não me quer, eu não vou aparecer, eh-eh
Eu tento explicar e você não quer entender, eh-eh (uah, uah)

(Bebezinha)
Estou viciado, eu não te deixo à vista
Mamita rica, quando eu te despir (despir)
Um usuário, eu preciso de você (preciso)
O que eu faço com você já é instinto (instinto)

Me dê outro nascer do sol (uah)
Assistindo a noite desaparecer (desaparecer)
E eu não sei se você é infiel, mas com você eu quero fazer
O que nós fizemos aquela vez (uah, uah)
Me dê outro amanhecer
Assistindo a noite desaparecer (oh, oh)
E eu não sei se você é infiel, mas com você eu quero fazer
O que nós fizemos aquela vez (aquela vez; uah)

Bebê, eu sou viciado em sua pele
Eu sempre caio novamente mesmo se eu quiser acabar (acabar)
Esse vício de você que me faz mal e às vezes me faz bem
Diga-me o que você vai fazer-e-er
Estou à sua disposição, se você não me quer, eu não vou aparecer, eh-eh
Eu tento explicar e você não quer entender, eh-eh (uah, uah)

(Ozuna!)
Eu sou viciado em você
Você me fez um feitiço que não me deixa te esquecer (esquecer)
Toda vez que te vejo, difícil de se esquivar (oh, oh!)
E então eu estou chamando você querendo te dar
E eu quero comer você, meu bem, você sabe, já são três
E se formos para minha casa? Lá é o que é (eh, eh)
Se for cedo, nos pegamos na parede (na parede)
Se sua mãe te chama, na Lamborghini, responda
E diga a eles que você está comigo (-migo)
Que não há nada, que somos amigos (-migos, oh)
Que foram apenas dois copos de vinho (oh-oh, oh-oh)
Que as festas dão para o vestido de valentino, é algo divino (uah)

Baby, eu sou viciado em sua pele
Eu sempre caio novamente mesmo se eu quiser acabar (acabar)
Esse vício de você que me faz mal e às vezes me faz bem
Diga-me o que você vai fazer-e-er (oah)
Estou à sua disposição, se você não me quer, eu não vou aparecer
Eu tento explicar e você não quer entender que (uah)
Bebê, eu sou viciado em sua pele
Eu sempre caio novamente mesmo se eu quiser acabar (acabar)
Esse vício de você que me faz mal e às vezes me faz bem
Diga-me o que você vai fazer-e-er
Estou à sua disposição, se você não me quer, eu não vou aparecer, eh-eh
Eu tento explicar e você não quer entender, eh-eh (uah, uah)

Bebezinha, bebê-bebezinha, uah
Apenas, me diga, Tainy
Você está sorrindo nos outdoors, você ouviu, meu bem? (oh-oh, oh-oh)
Anuel (woh-oh)
Brr!
Ozuna
Ozuna
Real até a morte, bebê
Uah
Real até a morte, bebê
(Uah, uah; baby, sou viciado em sua pele; uah
Eu tento explicar e você não quer entender que

Composição: Anuel Aa / Jhay Cortez / Ozuna / Tainy Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Júlia e traduzida por Aida. Legendado por Regina e Laila.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog