Joga A Rede Do Mar

Os Cariocas

Joga a rede no mar
Deixa a água correr
O que ela recolher
Não podes reclamar
A sorte é quem mandou

Esta vida é um mar
Deixa o barco correr
Se algum dia um querer
Tua rede pescar
Não a deixes fugir

Quando a onda quebrar
E o vento bater
Alguém há de dizer
És velho para amar
A praia é teu lugar

Conta-lhe então
Que nunca tua rede
Sentiu a sede
Da falta de um amor

E não tens medo
O mar não faz segredo
A um velho pescador

Composição: Nazareno de Brito
Enviada por Volodymyr.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog