Viver Pra Crer(vigia)

Ortinho

Pro vigia, o apito
Pra barriga, a miséria solidão dessa vida
foi um vendaval que passou.
Pro guerreiro, a coragem pra viagem, a miragem
coração que batuca nesse chão é tambor
nesse mar é tambor nesse céu é tambor.
Nessa vida o que nasce se enterra
como arma que se desintegra
resultado de mola e de pedra na cabeça do besta e nas pernas.
É que nem ferir só para doer
é que nem deixar solto e prender é que nem ter sonhado e esquecer
é que nem ter a vida e perder.

Composição: Ortinho
Enviada por Thiago.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Ortinho

Ver todas as músicas de Ortinho