¿Qué Pasa?

Orishas

Original Tradução Original e tradução
¿Qué Pasa?

Pa mis consortes a mis moninas
Asere
Que bolà
Mi zona del vedado que no olvido
Que bolà
Toda mi gente sincera dejara
Que bola
Cuesta caro mantenerse claro
Que bolà

Compuesta esta canciòn yo pa ti
Aquel que siempre ha estado
Criticando aquel que hablaba mal
Mal tras tras de mi
Y si sigo aquì yo es porque si yo
Yo no te he olviado
Sigo en el vedado
Canto pa mi pueblo sincero
Que sin querer he dejado
Y andado sigo por estos
Terrenos helados
Con mi gente de mi zona
En mi memoria se han quedado
Pica pica es lo que
Da en la rodilla
Te agita
Este es mi flow que te fatiga
Pà la cima
Toda mi gente bien latina y
Aspirina para los que te desafinan
Entro mi don desde el 95 y tu
Como un loquito corriendo
Si mira tras mi luz
Cafè cantante todos los jueves
Patas arriba Dj Adalberto
Poniendo aqui la cima

Que es lo que pasa
en mi barrio
Eh psss tu acere
Mi gente me escucha
Mi gente me quiere ( X2 )

Te veo desesperaito mi hijo
Esperando que callera
El trabajito rico
Una vez yo te demuestro que
No es facilito
Como el pure que preparaba
Tu vecino lino, yo
En esta rima yo no te quiero
A ti deceptionar
Pero yo se que mi gente
Mi guateque va a apoyar
Una vez mas tu vecino aquì
Me va a escuchar
Y mi cd segurito que lo va
A comprar
Espero que esta nueva historia
Que ha llegado
Acabe en la gloria
Como en el pasado
A lo cubano
Yo botella e ron como el cañòn del morro
Hoy disparo
Nueva cancìon pa ti mi gente
Que nunca me han fallado
En la emociòn pa terminar
Gracias pa to mi pueblo ya
Hace tiempo no la ponia asì
Hace tiempo ya

Coro

Pa mi gente traigo ese dicurso
Hecho canción
Para esos es que han seguido sin
Dar solo
Un paso atràs
Fieles a mi sentir
Tratando de evadir
Las malas lenguas y al que habla sin màs
Pido una vez más
Su comprensión y aceptación
De nuevo estoy cantando
Espero no decepcionar
No canto por cantar
Canto por no llorar
Salud y suerte
Y que la vida les de mas

Coro

O Que Houve?

Para meus consortes para minhas moninas
Asere
Que bola
Minha área de proibido que eu não esqueço
Que bola
Todo o meu povo sincero vai embora
Que bola
É caro ficar claro
Que bola

Componha essa música para mim
Aquele que sempre foi
Criticar quem falou mal
Ruim depois de mim
E se eu ainda estou aqui, é porque se eu
Não te esqueci
Eu ainda estou no proibido
Eu canto para o meu povo sincero
Que eu deixei sem querer
E eu ainda estou nessas
Terreno gelado
Com meu pessoal na minha área
Na minha memória eles ficaram
Pica pica é o que
Bata no joelho
Shakes you
Este é o meu fluxo que cansa você
Para o topo
Todo o meu povo bem latino e
Aspirina para quem te desafia
Entro meu presente de 95 e você
Como uma corrida louca
Se você olhar por trás da minha luz
Cantora de café toda quinta-feira
Legs up DJ Adalberto
Colocando o topo aqui

O que está acontecendo
No meu bairro
Hey psss sua calçada
Meu povo me escuta
Meu povo me ama (X2)

Vejo você desesperado meu filho
Esperando ele parar
O rico trabalho
Depois que eu te mostrar isso
Não é fácil
Como o puro que eu preparei
Seu vizinho de linho, eu
Nesta rima eu não te amo
Desapontá-lo
Mas eu sei que meu povo
Meu guateque vai apoiar
Mais uma vez seu vizinho aqui
Vai me ouvir
E meu CD seguro que vai
A comprar
Espero que esta nova história
Que chegou
Termine em glória
Como no passado
Para o cubano
Eu engarrafar e rum como o canyon do nariz
Tiro hoje
Nova música para você meu povo
Isso nunca me falhou
Na emoção de terminar
Obrigado pelo meu povo agora
Eu não coloco assim há um tempo
Há muito tempo

Coro

Para o meu povo eu trago esse dicurso
Música feita
Para aqueles é que eles continuaram sem
Dar sozinho
Um passo atrás
Fiel ao meu sentimento
Tentando fugir
As línguas ruins e quem fala sem mais
Eu pergunto mais uma vez
Sua compreensão e aceitação
Estou cantando de novo
Espero não decepcionar
Eu não canto para cantar
Eu canto por não chorar
Saúde e sorte
E que a vida lhe dê mais

Coro

Composição: Niko Nocchi
Revisão por Mônica.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog