Ecce Gratum

Carl Orff

Original Tradução Original e tradução
Ecce Gratum

Ecce gratum
et optatum
Ver reducit gaudia,
purpuratum
floret pratum,
Sol serenat omnia.
Iamiam cedant tristia!
Estas redit,
nunc recedit
Hyemis sevitia.

Iam liquescit
et decrescit
grando, nix et cetera;
bruma fugit,
et iam sugit
Ver Estatis ubera;
illi mens est misera,
qui nec vivit,
nec lascivit
sub Estatis dextera.

Gloriantur
et letantur
in melle dulcedinis,
qui conantur,
ut utantur
premio Cupidinis:
simus jussu Cypridis
gloriantes
et letantes
pares esse Paridis.

Eis, a Bem-vinda

Eis, a bem-vinda
e tão esperada
primavera traz de volta a alegria,
purpúreo
floresce o prado,
o sol faz tudo brilhar.
É o fim da tristeza!
Volta o verão,
agora recuam
os rigores do inverno. Ah!

Agora derrete
e diminui
o granizo, a neve, etc.;
a bruma foge
e agora a primavera suga
os seios do verão;
pobre é o coração daquele
que nem vive,
nem se enche de lascívia
sob o poder do verão. Ah!

Glorificam
e se alegram
no mel da doçura
aqueles que buscam
fazer uso
do prêmio de Cupido;
às ordens de Vênus de Chipre
glorifiquemos
e alegremo-nos
por sermos iguais de Páris. Ah!

Enviada por Natália. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog