O Terno

Quando a vida dá um nó
Não adianta sentir dó
De si mesmo

Há uma chance de um novo começo
Um tempo bom pra fazer diferente
A gente pensa que sabe da gente
Mas nunca é tarde pra abrir nossa mente

Quando a vida dá um nó
Não adianta sentir dó
De si mesmo

O sol voltou pra esquentar sua vida
Há um olá depois da despedida
Depois de tudo que você chorou
Lavou a alma e encontrou o amor

Quando a vida dá um nó
Não adianta sentir dó
De si mesmo

Composição: Tim Bernardes
Enviada por Bruno.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog