Rosas no Deserto

No Break

A realidade não te deixa respirar
Com o mundo em suas costas tenta reagir
Um câncer ainda corrói sua memória
E nas mãos cansadas marcas de quem não têm porque fingir
Tristeza em seu olhar
Noticias na TV
Quem não tem como lutar
É fácil se ofender
O acaso e o descaso insistem em não ver
E o rastro de lama em suas mãos é igualmente
A uma cicatriz aberta esperando solução
E falsas crenças serão a forma de vender
Motivos pra sonhar
Heróis que não se vê
Palavras a buscar
Não ter o que temer
Sem força para agüentar
Sem força pra viver
O mundo da voltas e voltarão a lhe procurar
Ofertando o céu e a terra a que se já arrependeu
Por ter vendido até o ar que iria respirar
Rosas no deserto irão te
Fazer pensar em tudo aquilo
Que seria fácil
De se compreender
De se entender
Rosas no deserto
Tiranos que insistem em julgar
Em seus castelos frios não se vê lagrimas
Enquanto a peste vem a corroer seus filhos
Só os jardins da Babilônia conseguimos ver

Composição: Vinicius
Enviada por Aline.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog