Muitos Quandos

Netto

Quando precisarem falar, ouça
Quando o silêncio soar, espere
Quando o amigo te procurar, abrace
Quando a cabeça surtar, respeite

Quando o olhar se encontrar, sorria
Quando a vergonha afastar, aceite
Quando o encontro rolar, converse
Quando a ausência chegar, entenda

(Entenda)
Quando a porta se escancarar, entre
Quando a porta fechar, recue
Quando o medo se declarar, console
Quando a coragem brotar, estimule

Quando tudo se acertar, agradeça
Quando a confusão aumentar, apareça
Quando a canção terminar, fique
Quando o outro então começar, cante

São tantos quandos, são tantos rumos
Tudo a seu tempo, entenda o tempo
De cada um
São tantos quandos, são tantos rumos
Tudo a seu tempo
Entenda o tempo de cada um

Composição: Thiago Grulha
Enviada por Salluz. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Netto

Ver todas as músicas de Netto