Eu e a Dor

Neguinho da Beija-Flor

Tem dor que é pra gente carregar sozinho
E não dividir o pranto com ninguém
Por isso me deixa só nesse cantinho
Só eu sei pra mim o que a dor o que convém

O pranto que rola tão forte no meu rosto
Você não vai entender nem julgar
Só eu sei de onde vem esse desgosto
Até onde essa dor vai me levar
Conheço esse mar, deixa meu barco eu aprumo
E chego até lá

Antigas lições se fizeram pro meu mundo
Rochedo capaz de aguentar qualquer tremor
Cada guerra vencida nessa vida
Lembra o carro de boi bom gemedor
O gosto do mel, apuro pela cabaça
Mamãe me ensinou

Composição: Nelson Rufino / Roque Ferreira
Enviada por Manuel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog