Pa' Mala Yo

Natti Natasha

Original Tradução Original e tradução
Pa' Mala Yo

Puedo ser bendición
Puedo ser maldición
Todo depende de cómo me trates

El infierno reside en mis labios
Dime si quieres probar
Si con fuego tú quieres jugar
Pues yo te puedo enseñar

Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo

Escucha, muñeco
Todo' mis movimiento'
Te tienen desinquieto
Seducirte no es un reto
No, no, no, no

Y no es secreto
El que no sea que esté sola, la aquieto
Y ya que tú andas de coqueto
Tráeme algo de tomar
Que mi paladar está seco

Nadie me controla
Sé que mis pa'is cuando me hicieron
Botaron la bola
Peligrosa como pistola
Soltera, pero nunca sola

Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo

Buena fama, buena vida me doy
No pienso en el ayer, sólo vivo en el hoy
Muchas se quedan cortas al lado mío
Deseando tener todo este poderío

Todos me miran cuando me muevo
Que alce la mano el que no tenga miedo
Este es un juego de dos, pero aquí mando yo
Puesta pa' mandar fuego

A ti te gusta lo que ves
Quisieras este cuerpo en un amanecer
Pero no es fácil que yo entregue mi ser
Y como sé que todos me quieren tener
Uoh-oh-oh

Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo
Pa' mala yo

Puedo ser bendición
Puedo ser maldición
Todo depende de cómo me trates

A Malvada Sou Eu

Posso ser uma bênção
Posso ser uma maldição
Tudo depende de como você me trata

O inferno mora nos meus lábios
Me diz se você quer experimentar
Se você quer brincar com fogo
Porque eu posso te ensinar

A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu

Escuta aqui, querido
Todos os meus movimentos
Te deixam desconcertado
Te seduzir não é um desafio
Não, não, não, não

E não é segredo
Que eu dou um jeito, a não ser que esteja sozinha
E já que você está de azaração
Me traz algo de beber
Porque minha garganta está seca

Ninguém me controla
Sei que quando meus pais fizeram
Eles mandaram ver
Perigosa como uma pistola
Solteira sim, sozinha nunca

A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu

Eu me dou uma boa vida, boa fama
Não penso no ontem, só vivo o hoje
Muitas ficam pequenas perto de mim
Desejando ter todo esse meu poder

Todos olham pra mim quando eu me mexo
Que levante a mão quem não tiver medo
Esse jogo é a dois, mas eu sou quem manda aqui
Estou pronta para fazer pegar fogo

Você gosta do que está vendo
Você adoraria amanhecer ao lado deste corpo
Mas eu não me entrego tão fácil
Ainda mais sabendo que todos querem me ter
Uoh-oh-oh

A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu
A malvada sou eu

Posso ser uma bênção
Posso ser uma maldição
Tudo depende de como você me trata

Composição: Edgar Semper / Kedin Maizonet / Luian Malavé / Natalia Gutierrez / Rafael Pina / Xavier Semper
Enviada por Gustavo e traduzida por Taylor. Legendado por Nathalia. Revisão por Taylor.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog