Creo En Mí

Natalia Jiménez

Original Tradução Original e tradução
Creo En Mí

Ya me han dicho que soy buena para nada
Y que el aire que respiro está de más
Me han clavado en la pared contra la espada
He perdido hasta las ganas de llorar

Pero estoy de vuelta, estoy de pie y bien alerta
Eso del cero a la izquierda no me va

Uuh-uh, ooh
Creo, creo, creo en mí
Uuh, uuh, ooh
Creo, creo, creo en mí

No me asustan los mísiles ni las balas
Tanta guerra me dio alas de metal
Aah
Vuelo libre, sobrevuelo las granadas
Por el suelo no me arrastro nunca más

Ya no estoy de oferta, estoy de pie y bien alerta
Eso del cero a la izquierda no me va

Uuh, uuh, ooh
Creo, creo, creo en mí
Uuh, uuh, ooh
Creo, creo, creo en mí

Todos somos tan desiguales
Únicos, originales
Si no te gusta, a mí me da igual
De lo peor he pasado
Y lo mejor está por llegar

Uuh, uuh

Uuh, uuh, ooh
Creo, creo, creo en mí
Uuh, uuh
Creo, creo, creo en mí

Acredito Em Mim

Já me disseram que não eu sou boa para nada
E o ar que eu respiro é demais
Me colocaram entre a cruz e a espada
Até perdi a vontade de chorar

Mas eu estou de volta, estou de pé e bem alerta
Eu não sou esse zero a esquerda

Eu acredito, acredito, acredito em mim
Eu acredito, acredito, acredito em mim

Nem os mísseis, nem as balas me assustam
Tanta guerra me deu asas de metal
Voo livre, sobrevoando as granadas
Pelo chão, eu não me arrasto nunca mais

Mas eu estou de volta, estou de pé e bem alerta
Eu não sou esse zero a esquerda

Eu acredito, acredito, acredito em mim
Eu acredito, acredito, acredito em mim

Todos somos tão desiguais
Únicos, originais
Se não te agrada, pra mim tanto faz
Eu já passei coisa pior
E o melhor está a caminho

Eu acredito, acredito, acredito em mim
Eu acredito, acredito, acredito em mim

Composição: Claudia Brant / Jayson DeZuzio / Natalia Jiménez
Enviada por Fabiélio e traduzida por Thiago. Legendado por Jhonatan. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog