Samba-Enredo 1993 - Marraio Feridô Sou Rei

G.R.E.S. Mocidade Independente de Padre Miguel (RJ)

Vai começar
A mocidade acende a chama da emoção
Lembrando a Grécia onde o jogo se tronou
Uma forma de competição
Iluminada palos deuses
A Mocidade vem jogar no carnaval
A sorte da estrela que nos guia
No pano verde dessa minha fantasia

Já joguei muito com a vida
Já rodei muito peão (peão)
A sorte pode vir parar na minha mão

Vem me seduzir
Com seu jogo de olhar

É um jogo de prazer
Sem medo de perder
O gosto de arriscar

A vida é como um jogo de xadrez
Desde o começo da humanidade
Aqui, se nasce jogando
Perdendo ou ganhando
Em busca da felicidade

Rola bola, bola rola
Na vida sempre joguei
Se carambolar eu ganho
Feridô marraio sou rei

Composição: Antônio Andrade / Eduardo Ferreira / Serafim Adriano
Enviada por Usuário. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog