Olho Vermelho (part. Kayuá e Rod 3030)

Menestrel

[Menestrel]
Um ex apaixonado, compulsivo em ver defeitos
Se o limite e aprovação provoca estragos
Se a bala mira um Menestrel, tô esquivado
Quando muito altruísta pra virar seu namorado
Eu navego em um mar de provações
Ando construindo hábitos de um promissor
Promiscuo só no personagem
Isso é uma miragem
No fundo a cena é sacanagem
Viagem sem condutor
Se todo dia eu tiver que provar pra mim
Que sou grande
Se uma hora minha conta sofrer um rombo gigante
Se eu tiver que ser dar cena e eles roubarem meu fone
Não vou me embasar por vocês, aí o criativo some
Que essa letra possa dar o investimento do lote
Ou pague uma kit pra eu gravar som e viver de royalty
Como La Casa de Papel
A meta do Menega é ter uma opção
Que no fim agente não morre

Ooooo
Na na na na na
Preocupado de olho vermelho
Beck embaixo do capuz
Ooooo
Na na na na na

Se ainda pensa que não vira pergunta
O que eu já não fiz
Cautela pra esse barco não virar
Que somos somente sonhos
Somados a uma pá de desilusão
Na na na na na
Rimar não é força, é jeito
É só pausa, é respiração

[Kayuá]
Hey!
Te dói ouvir, imagina pra quem sentiu
Eu lembrei dela num dia frio
Medicinal apertado
Prazeres descartáveis
Fazendo suportáveis meus dias vazios
Memórias imortais de situações banais
Pecados que amei ter cometido
A rua me ensinou mais que pai ou livro
Fiz no reflexo meu maior crivo
QUEM
Decide o que é ou não justo
FLOW
Sepulto não assimilei o susto
Retalhos, retalhos de lembranças
Momentos são vultos
Correntes que
Brilham, não prendem, nos enfeita
Te afronta, seja franco tipo Gutierrez
Ninguém sabe o quanto
Dono de escolhas que me tiram o sono
Dono de escolhas que me tiram o sono

Ooooo
Na na na na na
Preocupado de olho vermelho
Beck embaixo do capuz
Ooooo
Na na na na na

Se ainda pensa que não vira pergunta
O que eu já não fiz
Cautela pra esse barco não virar
Que somos somente sonhos
Somados a uma pá de desilusão
Na na na na na
Rimar não é força, é jeito
É só pausa, é respiração

[Rod 3030]

A cena terminou comigo ela é minha ex
Esqueci de pagar as conta do mês
Eisss, me aqui completando minha linha 3
Especialmente quando eu lembro dos porquês
Tu quer motivo, entrei inofensivo achando que era Parques
Grandes poderes grandes responsabilidades, Parker
O que cê fez comigo? Filho, o que cê quis eu dei
Tokyo, Berlim, Rio, Oslo, eu só fugi de mim
Cê sabe quanto tempo? Quantas cidades?
Quantos hotéis?
Quantos não tive que dar pra não deixar criar revés
Investe em cérebro, quem não tem grana pra fazer alguma
Pula o treino, eu quero prêmio logo, meu pecado é gula
Será que hoje eu tô a minha própria altura?
Cê sabe sempre que meu flow perfura
Tipo balas cravadas em viaturas
Eu mato a farda e o fardo de viver a vida na culpa

Ooooo
Na na na na na
Preocupado de olho vermelho
Beck embaixo do capuz
Ooooo
Na na na na na

Se ainda pensa que não vira pergunta
O que eu já não fiz
Cautela pra esse barco não virar
Que somos somente sonhos
Somados a uma pá de desilusão
Na na na na na
Rimar não é força, é jeito
É só pausa, é respiração

Composição: Menestrel / Kayuá / Rod 3030
Enviada por Maduro. Revisão por Erick.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog