Astros (part. Sampa)

Menestrel

[Menestrel]
E quanto mais eu cresço mais eu sinto novo, novo
Depois de Lamentável eu fiquei loiro, loiro
A lembrança da gente não é um olho roxo
É a surra que tomou, cê que tramar pra dar o troco

E quando o tempo passa, mãe, tá fácil de viver aqui
A cidade transpira música
Cê sabe do que eu gosto, música transpira em mim
Palavras já não vão mais condizer, fato firme e forte a revelar
Que o mal não impregna em você
Se a pele é lisa de saber o sabor da volúpia só vai evaporar

Então vou acordar de manhã
Se for pra não acordar sozinho
Sozinho é uma palavra muito forte
Que demandou existir um pouco de amor e carinho

O quanto é mais, o canto é paz
O canto educa, ele refaz a conduta dos quais
Se entregam de coração, ar no pulmão
Mundão traiçoeiro

A crise é foda cara gera intriga
Com o ouro em alta a cena é dividida
Paciência eles têm o rei na barriga
E olha eu fazendo outro hit em outro beat do Slim

Por favor, meus astros, zelem sobre mim
Durante o tempo em que eu for livre
Por favor, meus búzios, não falem assim
O final o triste, eu sei, só sei que

Por favor, meus astros, zelem sobre mim
Durante o tempo em que eu for livre
Por favor, meus búzios, não falem assim
O final o triste, eu sei, só sei que

[Sampa]
Eu procuro respostas escondidas em livros e cartas
Que possam abrir as portas de todas as casas
Me mostraram um mapa que era a chave do futuro
Tirem todas grades que te prendem no passado

Tente ler minha mão pra ver que nada aqui é certo
Eu vivo nesse inferno de gelo que habita o peito
Fazendo oração pra ver se saio do deserto
Me diz quanto tempo antes de parar o ponteiro

Eu vim pra viver, não pra me aprisionar
Eu preciso escrever, não é questão de optar
É por isso que sinto
A música move tudo que há em mim, basta se libertar

E eu não vou mais parar, não vim pra convencer
Desce do muro se quiser mudar
Brinca com a sorte que engana você
Não aceito perder, nessa eu vou apostar

[Menestrel]
Por favor, meus astros, zelem sobre mim
Durante o tempo em que eu for livre
Por favor, meus búzios, não falem assim
O final o triste, eu sei, só sei que

Por favor, meus astros, zelem sobre mim
Durante o tempo em que eu for livre
Por favor, meus búzios, não falem assim
O final o triste, eu sei, só sei que

Composição: Menestrel / Sampa
Enviada por João.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog