Ampulheta

Menestrel

E ligam muito pouco pro que eu faço
Muito pouco pro que eu quero
Mas quem tem culhão só calcula o seu espaço
A dádiva é pra quem merece reconhecimento e é vero
E só quem conquista e quem sabe o que é andar descalço

E por pouco que o herói vira vilão
Se deixar se sucumbir por emoção não vai passar de um cuzão
Minha pátria vem de execução a lista passa de um milhão
Quem é quem pra decidir se no poder só tem irmão?

Meus chapas chapam nosso público com as rimas
Lembro de cada show de cada hit e a gente ficando por cima
Parecia um sonho ver o Barril (UBR) explodindo
YouTube hoje paga as conta e a gente tá só subindo

Ainda bem que não existe um super poder
E que eu não tenha o dom de hipnotizar
Porque se não eu hipnotizava o tempo
Pra conversar com o tempo e fazer o tempo voltar

Vish, ainda tem guardada as fotos no meu quarto
Hoje eu tenho três quartos e uma foto de nós no carro
Lembra daquele tempo que a gente vivia mais?
Que a gente sonhava demais e escondia dos nossos pais?

Às vezes penso que eu posso ser uma criança
Mas que criança mora longe dos pais por vontade?
Se conversar comigo vai ver que eu sou o Yan
Estabanado é consequência de não pensar no amanhã!

Chama!
Chama que quem sabe vem essa paz que tu pede na oração
Grita!
Se te incomoda mate o que tu sente e aceita os empurrão

Eu li textos demais, não faz muito bem minha cara
Por favor não insiste minha linha é auto didata
Segredo pro sucesso guardando o confessionário
Viver é preciso e respirar é necessário.

Ainda bem que não existe super poder
Que eu não tenha o dom de hipnotizar
Porque se não eu hipnotizava o tempo
Pra conversar com o tempo e fazer o tempo voltar

Ainda bem que não existe super poder
Que eu não tenha o dom de hipnotizar
Porque se não eu hipnotizava o tempo
Pra conversar com o tempo e fazer o tempo voltar

Composição: Menestrel
Enviada por RSDamasceno. Revisão por Carla.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog