A Mais

Menestrel

Quero cuidar de mim rezar por quem não gosto
Pra que vivam e assistam o meu sucesso
Nega já te falei que o mundo é sério
O vento corre mais que a carta e a resposta que guarda nosso mistério

O gritar do peito ecoa
O relicário quebrado no rodapé da parede
Malevolência é teu jeito me encanta e encara por inteiro
Eu me sinto um peixe indo direto pra tua rede

Sua calcinha combinando com minha cortina vermelha
E nós dois chorando sangue
Santo sagrado essa minha divindade
Dividindo-se em partes e assim virando almas inteiras

Integram-se
Rostos empilharam-se
Olha e não repare-me
Corpos encaixam-se
E por viver de si viraram guerra e hoje afastaram-se

Você
Quero demais nenhum demais é a mais
Pra te satisfazer
Você
Quer por demais regras demais regras pra voltar pra mim
Não é ter é só ser

Você
Quero demais nenhum demais é a mais
Pra te satisfazer
Você
Quer por demais regras demais regras pra voltar pra mim
Não é ter é só ser

Sabe eu falei demais
Sabe eu estive pra ver o mar
Aqui acordo com som de Sol
Eu sei o quanto 'cê dá valor
Onde vai se perder
O que nunca se encontrou por lá
Eu gosto por isso amor em par
Fazer da vida um pouco mais

Faço da promessa um lar
Um lado da moeda, sei lá
Um jeito que encontro de dizer que te amo (te amo)
Se dói eu quero ver o que faz
Quando o amor te destrói
E é pra renascer bem melhor
Nunca perdemos juntos

Você
Quero demais nenhum demais é a mais
Pra te satisfazer
Você
Quer por demais regras demais regras pra voltar pra mim
Não é ter é só ser

Você
Quero demais nenhum demais é a mais
Pra te satisfazer
Você
Quer por demais regras demais regras pra voltar pra mim
Não é ter é só ser


Posts relacionados

Ver mais no Blog