La Vita Com'è

Max Gazzè

Original Tradução Original e tradução
La Vita Com'è

Se fossi qui dipenderei dalle tue tenerezze
Dette sul collo a bassa voce ma lo sai
L'amore porta guai si perde quasi sempre c'è gente
Che facile non si riprede più ma tu
Guarda me, prendo tutta la vita com'è
Non la faccio finita ma incrocio le dita e mi bevo un caffè

Ammazzo il tempo provando con l'auto meditazione canto un po'
Nella testa uh uh uh uh uh uh
E mi rimetto ripulendo il mio salotto dal terribile ricordo che resta di te

Se fossi qui mi lascerei
Tentare dalle tue carezze
Però ringrazio dio che non ci sei
L'amore fa per noi ma separatamente
C'è gente che come me non si riprende mai, lo sai
Guarda te questo straccio di vita cos'è
Non la faccio finita soltanto perché è pronto un altro caffè

Ammazzo il tempo provando con l'auto meditazione canto un po'
Nella testa uh uh uh uh uh uh
E mi rilasso finché non ho più addosso quel terribile ricordo rimasto di te

Indifferente che mente c'è l'eco di quelle malelingue che
Mi han detto uh uh uh uh uh uh
Ci sono cose su di lei che è meglio non sapere mai
Sai che ricordo mi resta di noi

Uh uh uh uh uh uh
E mi rimetto ripulendo il mio salotto dal terribile ricordo che resta di te

Guarda me prendo tutta la vita com'è
Non la faccio finita ma incrocio le dita e mi bevo un caffè

Ammazzo il tempo provando con l'auto meditazione canto un po'
Nella testa uh uh uh uh uh uh
E mi rilasso finché non ho più addosso quel terribile ricordo rimasto di te

Indifferente che mente c'è l'eco di quelle malelingue che
Mi han detto uh uh uh uh uh uh
Ci sono cose su di le che è meglio non sapere mai
Sai che ricordo mi resta di noi
Ma ci son cose su di me che forse non ci crederai
Sai che ricordo ti resta di noi

A vida Como É

Se você estivesse aqui eu dependeria da tua ternura
Do seu pescoço falando baixinho, mas você sabe
O amor traz problemas, nós quase sempre perdemos pessoas
Das quais não é fácil de se recuperar, mas você
Olhe pra mim, enfrento a vida como ela é
Não a tenho como encerrada, mas cruzo meus dedos e bebo um café

Mato o tempo experimentando a auto meditação, canto um pouco
Na cabeça uh uh uh uh uh uh
E me vejo limpando minha sala de estar da terrível memória que resta de você

Se você estivesse aqui, eu deixaria de
Procurar por suas carícias
Mas agradeço a Deus que não está
O amor faz por nós, mas separadas
Existem pessoas como eu que nunca se recuperam, você sabe
Olha para si mesma, o que é este fragmento de vida?
Não a tenho como encerrada somente porque já está pronto um novo café

Mato o tempo experimentando a auto meditação, canto um pouco
Na cabeça uh uh uh uh uh uh
E relaxo até não ter mais aquela terrível lembrança restante de você

Mesmo que na mente há o eco daquelas fofocas que
Me contaram (uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh)
Há coisas sobre ela que é melhor não saber mais
Você sabe que lembranças me restam de nós

Uh uh uh uh uh uh
E me vejo limpando minha sala de estar da terrível memória que resta de você

Olhe para mim, eu tomo toda a minha vida como ela é
Não a tenho como encerrada, mas cruzo meus dedos e bebo um café

Mato o tempo experimentando a auto meditação, canto um pouco
Na cabeça uh uh uh uh uh uh
E relaxo até não ter mais aquela terrível lembrança restante de você

Mesmo que na mente há o eco daquelas fofocas que
Me contaram (uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh)
Há coisas sobre ela que é melhor não saber mais
Você sabe que lembranças me restam de nós
Mas há coisas sobre mim que talvez você não acredite
Você sabe que memória você tem de nós

Enviada por André e traduzida por LucasO.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Max Gazzè

Ver todas as músicas de Max Gazzè