É Problema

Matheus e Kauan

Tô sentado no boteco
No boteco tem cadeira
A cadeira tem a mesa
Que apoia a minha cerveja

E a cerveja tem o copo
E o copo a minha mão
E na minha mão não tem mais aliança, não
Que acabou
Eu só fiquei com os cacos dessa relação

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

É problema puxando o problema
É problema puxando o problema

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

E é problema puxando o problema
É problema puxando o problema
Tô num ciclo vicioso que dá pena

Tô sentado no boteco
No boteco tem cadeira
A cadeira tem a mesa
Que apanha a minha cerveja

E a cerveja tem o copo (oh)
E o copo a minha mão
E na minha mão não tem mais aliança, não
Que acabou (acabou)
Eu só fiquei com os cacos dessa relação

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

E é problema puxando o problema
E é problema puxando o problema

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

E é problema puxando o problema
É problema

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

E é problema puxando o problema
É problema puxando o problema

Quem tem saudade, sofre
Quem sofre tem sede
Quem tem sede, bebe
Mas quem bebe, lembra

E é problema puxando o problema
É problema puxando o problema
E é problema puxando o problema
É problema puxando o problema

Tô num ciclo vicioso que dá pena

Composição: Tierry / Matheus Aleixo
Enviada por brunoslacerda.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog