Morada

Mateus Brito

E no silencio foi que eu Te vi falar
E no deserto fui alimentado por Ti
E no secreto foi que então eu descobri
Que não se tratava de mim
E ao me aproximar, tudo se faz novo e bom
Apaixonado estou por Ti

E quanto eu Te vejo eu choro, És o que eu mais amo
Melhor amigo, bem vindo Tú és
O maior desejo, Tu és o sentido de tudo que eu canto
De tudo o que eu vivo. Quando eu chamo pelo Teu nome, Tu vens

Então vem cá, e faz morada
Entra no meu coração, no meu coração

Até o pardal encontrou casa para morar
Eu te encontrei, meu amado

Posts relacionados

Ver mais no Blog