Insanidade Temporária

Marisa Orth

Seu delegado, quem esta na sua frente
Não é uma monstra sanguinária sangue-suga
É uma vitima que agora sofre e sente
A dor e a culpa de um crime que não cometeu

Seu delegado, só quem teve a sorte ou o azar
De vir ao mundo descendente de mãe Eva
Pode entender ou acreditar se eu jurar
Que quem matou o meu marido não fui eu

Insanidade temporária
Insanidade temporária
Insanidade temporária causada pela TPM

Seu delegado, a psicóloga explicou
Que quando eu usei aquela faca eu estava doida
Só acordei quando o sangue espirrou
Do membro decepado que foi meu

Seu delegado, eu estava cega e louca
E não mereço receber esse castigo
Eu vou gritar até ficar doida e rouca
Que quem matou o meu marido não fui eu

Insanidade temporária
Insanidade temporária
Insanidade temporária causada pela TPM

Insanidade temporária
Insanidade temporária
Insanidade temporária causada pela TPM

Composição: Andre Abujamra / Flávio De Souza
Enviada por Aline. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Marisa Orth

Ver todas as músicas de Marisa Orth