Man's World

MARINA

Original Tradução Original e tradução
Man's World

Cheeks are rosy like a Boucher cherub
I'm a strawberry soda
Raise my lashes to heaven
Stars in my hair running like a waterfall

Clouds in the whites of our eyes, we saw it all
Burnt me at the stake
You thought I was a witch, centuries ago
Now you just call me a bitch

Mother nature’s dying, nobody’s keeping score
I don’t wanna live in a man’s world anymore
I don’t wanna live in a man’s world anymore
Anymore

Marilyn’s bungalow it’s number seven
In the pink palace where men made her legend
Owned by a sheik who killed thousands of gay men
I guess that’s why he bought
The campest hotel in LA then

Mother nature’s dying, nobody’s keeping score
I don’t wanna live in a man’s world anymore
I don’t wanna live in a man’s world anymore

If you have a mother, daughter or a friend
Maybe it is time, time you comprehend
The world that you live in
Ain’t the same one as them
So don’t punish me for not being a man

Spring appears when the time is right
Women are violets coming to light
Don't underestimate the making of life
The planet has a funny way of stopping a fight

Mother nature’s dying, nobody’s keeping score
I don’t wanna live in a man’s world anymore
I don’t wanna live in a man’s world anymore

If you have a mother, daughter or a friend
Maybe it is time, time you comprehend
The world that you live in
Ain’t the same one as them
So don’t punish me 'cause I'm not a man

So don’t punish me 'cause I'm not a man
'Cause I'm not a man

Mundo Dos Homens

Bochechas rosadas como um anjo de Boucher
Eu sou um refrigerante de morango
Levante meus cílios em direção ao céu
Estrelas no meu cabelo correndo como uma cachoeira

Nuvens no branco dos nossos olhos, vimos de tudo
Me queimou na fogueira
Você achou que eu era uma bruxa, séculos atrás
Agora você só me chama de vadia

A mãe natureza está morrendo, ninguém está ganhando
Eu não quero mais viver no mundo dos homens
Eu não quero mais viver no mundo dos homens
Não mais

O bangalô de Marilyn é número sete
No palácio rosa onde os homens fizeram dela uma lenda
Propriedade de um xeique que matou milhares de gays
Então eu acho que é por isso que ele comprou
O hotel mais chique de Los Angeles

A mãe natureza está morrendo, ninguém está ganhando
Eu não quero mais viver no mundo dos homens
Eu não quero mais viver no mundo dos homens

Se você tem mãe, filha ou uma amiga
Talvez seja a hora, hora de você compreender
Que o mundo em que você vive
Não é o mesmo que o delas
Então não me castigue por não ser um homem

A primavera chega na hora certa
Mulheres são violetas vindo à tona
Não subestime a construção da vida
O planeta tem um jeito engraçado de parar uma briga

A mãe natureza está morrendo, ninguém está ganhando
Eu não quero mais viver no mundo dos homens
Eu não quero mais viver no mundo dos homens

Se você tem mãe, filha ou uma amiga
Talvez seja a hora, hora de você compreender
Que o mundo em que você vive
Não é o mesmo que o delas
Então não me castigue por não ser um homem

Então não me castigue por não ser um homem
Por não ser um homem

Composição: Marina Diamandis
Enviada por Alamberg e traduzida por Alamberg. Revisões por 5 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de MARINA

Ver todas as músicas de MARINA