Perdão

MARIA

Tem dias que acordo tão cansada
Sinto o peso das minhas escolhas
Ontem vaguei por ruas erradas
E no vazio, lembrei de coisas
Das manhãs de domingo
O Sol bate na corda
Tu volta da feira abrindo um sorriso
Mexi nas sacolas de frutas e puxei assunto contigo
Você deu as costas, eu disse: Cuidado, flores têm espinhos
Devia ter entendido

A mulher que eu me tornei
Custou muito caro, não vou negar
Noites em que sussurrei pro vento soprar tudo pro lugar
Veja o quanto ganhei
Descobri ser o meu próprio lar
Hoje você é de ninguém
Mas chora por não se libertar
Mas chora por não conseguir se libertar

Eu quem peço perdão
Desejo a ti evolução
Eu quem peço perdão
Por ter seguido o coração
Eu quem peço perdão
Espero que um dia entenda
A minha decisão

E desde que foi com suas malas
Eu tenho encontrado alguns caras
Não duram mais que três semanas
Sempre me lembram coisas suas
Um deles, o modo de falar
O outro, teu jeito de andar
Até a forma de me enganar
Dizendo coisas absurdas
Mas todos tinham em comum
O medo de eu não depender
De nenhum deles como um dia dependi de você
Minha mãe quem dizia
Não existe herói, te criei rainha
Não dê espaço pra quem não sabe lidar com as bem resolvidas

A mulher que eu me tornei
Custou muito caro, não vou negar
Noites em que sussurrei pro vento soprar tudo pro lugar
Veja o quanto ganhei
Descobri ser o meu próprio lar
Hoje você é de ninguém
Mas chora por não se libertar
Mas chora por não conseguir se libertar

Eu quem peço perdão
Desejo a ti evolução
Eu quem peço perdão
Por ter seguido o coração
Eu quem peço perdão
Espero que um dia entenda
A minha decisão

Eu quem peço perdão
Desejo a ti evolução
Eu quem peço perdão
Por ter seguido o coração
Eu quem peço perdão
Espero que um dia entenda
A minha decisão

Eu quem peço perdão

Composição: Anderson Nem
Enviada por Keke. Legendado por evelyn.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de MARIA

Ver todas as músicas de MARIA