Codinome

MARIA

Pode chegar, a porta já tá destrancada
Tô te esperando no segundo andar
Mas, a gente começa na sala
Se você quiser, eu nem vou me importar

Ah, olha só que coisa louca
Se essas escadas pudessem falar
Eu gosto de você em qualquer roupa
Ainda mais quando são fáceis
De tirar com a boca

Te devoro, doma essa loba
Eu imploro de joelhos
E você adora segurar o meu cabelo
Quando tô de costas

E você olha pra mim, dizendo
Não faz assim, que fica foda de ir embora
Mas amanhã eu volto e recompenso
Todas essas horas sem dormir
Baby, vai rebola em mim
E fica foda de ir embora
Mas amanhã eu volto
E recompenso todas essas horas

Longe da minha cama
Sei que sente falta e
Pensa no fim de semana
Porte de atleta, aguenta uma maratona
Oh beleza humana
Sabe que essa marra sempre acaba
Quando tô pelada, chamando seu nome
Com tesão, diaba virou o meu codinome
Pronta pra atentar, essa leoa sente fome
Vai, me usa, me nomeia sua musa

E você olha pra mim, dizendo
Não faz assim, que fica foda de ir embora
Mas amanhã eu volto e recompenso
Todas essas horas sem dormir
Baby, vai rebola em mim
E fica foda de ir embora
Mas amanhã eu volto e
Recompenso todas essas horas

Enviada por Luan. Revisão por Luana.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de MARIA

Ver todas as músicas de MARIA