Diacho de Dor

Maria Creuza

Expressão de amor no rosto
Tanto desgosto estampado a desafiar
Expressão de amor vencido
Entrega o ouro ao bandido que vê

Seu veredito não tem opção
Não quis fazer concessão
Nem procurou solução
Todo futuro virou saudade

Ah! Que diacho de dor tremendo
Regaça o meu corpo
Agride esse amor

Ai que diacho de dor
Ai que diacho de dor

Expressão de amor no rosto
Tanto desgosto estampado a desafiar
Expressão de amor vencido
Entrega o ouro ao bandido que vê

Seu veredito não tem opção
Não quis fazer concessão
Nem procurou solução
Todo futuro virou saudade

Ah! Que diacho de dor tremendo
Regaça o meu corpo
Agride esse amor

Ai que diacho de dor
Ai que diacho de dor


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Maria Creuza

Ver todas as músicas de Maria Creuza